Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 08h:35

Tamanho do texto A - A+

Ladrão de banco morre em confronto com policiais do Bope

Por: LUIS VINICIUS

O criminoso Jelso Bazzo Júnior, 38 anos, conhecido como “Sabugão” morreu durante uma troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na manhã deste sábado (14), em uma fazenda localizada na cidade de Rosário Oeste (130 km de Cuiabá). O bandido, segundo informações, era conhecido das forças policiais por já ter participado de diversos roubos a banco na modalidade “Novo Cangaço”, em Mato Grosso.

sabugao bope.jpg

 

Os policiais informaram que Sabugão tinha um mandado de prisão em aberto e que na manhã deste sábado foram até a residência do criminoso para cumprir a decisão judicial.

No entanto, os militares disseram que o ladrão já tinha tentado matar outros PMs da cidade e diante disso, os policiais chamaram os agentes do Bope.

Quando os PMs entraram na fazenda, visualizaram o suspeito e ordenaram que ele se entregasse. No entanto, Jelso atirou diversas na direção da equipe.

Diante da ação criminosa, os militares do Bope revidaram e balearam Sabugão. Após ser atingido, o criminoso caiu e rapidamente foi encaminhado, pelos próprios policiais, ao Hospital Amparo.

No entanto, o criminoso não resistiu e morreu pouco tempo depois de dar entrada na unidade de saúde. Os militares não informaram quantos tiros Jelso foi atingido.

Os PMs disseram que Sabugão estava com uma pistola com três munições intactas e uma motocicleta XRE-300.

O corpo do criminoso foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exame de necropsia.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Histórico

De acordo com a Polícia Civil, Jelson era o responsável por dar apoio logístico à quadrilha responsável por assaltos a banco. O criminoso Era o responsável pelo transporte dos comparsas e já havia sido preso no roubo ao Banco do Brasil de Canarana em 2009. Na época dos fatos, os policiais afirmaram que o “resgaste” dos criminosos foi cinematográfico.

Números

No final do ano passado, a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), o assaltante de banco mais procurado do Estado de Mato Grosso. Silvio Cesar de Araújo, 42 anos, conhecido por Cabelo de Bruxa, foi preso em Porto Velho (RO), ao desembarcar no aeroporto, em um avião vindo de Manaus, no Amazonas.

De acordo com a Polícia Judiciária Civil, responsável pela força tarefa que resultou na prisão, o suspeito possuía cinco mandados de prisão em aberto e tem envolvimento com diversos crimes contra agências bancárias, muitos deles na modalidade Novo Cangaço.