Domingo, 16 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Polícia Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 11:27 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 11h:27 - A | A

COMPARSA FOI PRESA

Faccionado que morreu em confronto com PM estava a caminho de matar rival

Suspeito iria executar o desafeto devido a uma guerra entre facções criminosas

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

O criminoso Rômulo dos Santos Pereira, de 25 anos, que morreu em confronto com policiais militares de Peixoto de Azevedo (673 km de Cuiabá), na noite de segunda-feira (20), estava a caminho de uma residência do bairro Mãe de Deus para matar um desafeto quando o embate com as forças de segurança aconteceu. Na ação, a comparsa dele, de 25 anos, foi presa.

LEIA MAIS: Faccionado morre em confronto com policiais militares em Peixoto de Azevedo

Segundo o boletim de ocorrência, policiais militares estavam em diligências da 'Operação Argos' quando receberam informações de que um homicídio motivado por guerra de facções criminosas ocorreria na noite de segunda-feira. 

Então, a equipe foi até o endereço indicado. Quando Rômulo viu os agentes, tentou fugir pela janela da residência e abriu fogo contra os policiais, que revidaram. Ao se aproximar do suspeito, os militares viram que ele estava com uma pistola calibre .40 e um carregador com seis munições. 

Em buscas na residência, os agentes encontraram a segunda suspeita. Ela narrou que Rômulo iria matar um rival, não identificado, e que mora na rua Paraguai, no bairro Mãe de Deus. A informação foi comprovada pelos agentes que viram conversas no WhatsApp do suspeito, que possuía fotos da casa do alvo.

O baleado foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. A comparsa foi presa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil para registro de ocorrência e demais providências cabíveis. 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros