Mundo Quarta-feira, 05 de Outubro de 2011, 11:41 - A | A

Quarta-feira, 05 de Outubro de 2011, 11h:41 - A | A

NALGAE

Tufão deixa mais de 100 mil desabrigados em ilha Chinesa

Fenômeno Nalgae causou também suspensão de viagens por trem, navio e avião

PORTAL R7

O tufão Nalgae chegou nesta terça-feira (4) à ilha chinesa de Hainan, o que obrigou a remoção de 100 mil pessoas e a suspensão do transporte por trem e navio, assim como alguns voos, segundo a agência oficial Xinhua.

Com ventos de 90 km/h e chuvas torrenciais, Nalgae entrou pelo leste da ilha, na cidade de Wanning, informou o centro meteorológico provincial. Pelas previsões, o tufão deverá seguir em direção ao oeste e as chuvas torrenciais afetarão às regiões litorâneas da China continental originando inundações e deslizamentos de terras.

Por causa da chegada do Nalgae, as autoridades da província de Hainan retiraram 113,2 mil pessoas que viviam em locais vulneráveis a resistir às chuvas e ventos.

O transporte marítimo e ferroviário foi suspenso na ilha e os aeroportos foram obrigados a cancelar vôos, deixando em terra milhares de passageiros em plena realização do 62º aniversário do nascimento da República Popular da China.

Na segunda-feira, mais de 27 mil navios pesqueiros receberam ordem de permanecer atracados nos portos diante da proximidade do tufão.

Embora de menor intensidade do que os anteriores, principalmente com relação ao Nesat que atingiu a região na semana passada, o Nalgae é o terceiro ciclone tropical que afetou à ilha de Hainan nas últimas duas semanas.

Quatro pessoas morreram e mais de 140 mil tiveram de deixar suas casas, assim como 2,4 milhões sentiram as conseqüências do fenômeno na região autônoma de Guangxi pelo Nesat, que causou perdas em casas e plantações no valor de R$ 616 milhões (US$ 328 milhões).

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros