Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Mundo Domingo, 21 de Outubro de 2018, 16:56 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 21 de Outubro de 2018, 16h:56 - A | A

Ministro saudita chama assassinato de jornalista de "enorme e grave erro"

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, chamou neste domingo o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no início do mês no consulado saudita em Istambul de "operação desonesta" e "aberração". Em entrevista a um canal de televisão, ele disse que os culpados serão responsabilizados por esse "enorme e grave erro".

A Arábia Saudita admitiu na sexta-feira que seus agentes mataram Khashoggi depois que ele entrou no consulado em 2 de outubro, mas está negando que o príncipe ou o rei do país estejam envolvidos.

Al-Jubeir ecoou as advertências do presidente americano, Donald Trump, contra apressar o julgamento a líderes sauditas, dizendo que "há a presunção de inocência até que sejam provados culpados".

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros