Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Justiça Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 14:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 14h:45 - A | A

A SERVIÇO DO CV

"Princesinha macabra" é condenada a 32 anos de prisão por ordenar decapitação de jovem

Gediano Aparecido da Silva foi degolado em um "salve" da facção criminosa Comando Vermelho, na qual a "princesinha" exercia função de "disciplina"

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

Nithiely Catarina Day Sousa, conhecida como "princesinha macabra", foi condenada a 32 anos e 10 meses de prisão pela participação no homicídio de Gediano Aparecido da Silva, de 19 anos, em janeiro de 2022. Julgamento se encerrou na madrugada desta quarta-feira (22) em Lucas do Rio Verde (333 km de Cuiabá).

Durante sessão do Tribunal do Júri, a defesa de Nithiely tentou emplacar a tese de que ela seria responsável apenas pelo crime de tortura. Contudo, os jurados a reconheceram como mandante da execução bárbara.

LEIA MAIS: "Princesinha macabra" ordena assassinato de jovem e filma decapitação na mata

Gediano Aparecido da Silva foi degolado em um "salve" da facção criminosa Comando Vermelho, na qual a 'princesinha' exercia função de 'disciplina'. 

A cabeça dele foi encontrada numa sacola de lixo e, em seguida, o corpo foi localizado próximo do rio Piranhas. Nithiely registrou a decapitação em vídeo e expôs a morte de Gediano nas redes sociais. 

Antes de ser pega pela polícia, Nithiely também gravou vídeos debochando das forças de segurança. Ela foi presa pouco tempo depois do crime, em fevereiro de 2022. 

Na sessão que teve início na terça-feira e terminou na madrugada de quarta, Wesley Rafael Santana também foi condenado. Segundo o Ministério Público ele deu apoio emprestando o carro utilizado no crime. A pena também foi arbitrada em 32 anos e 10 meses de prisão.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros