Justiça Sexta-feira, 24 de Junho de 2022, 15:22 - A | A

Sexta-feira, 24 de Junho de 2022, 15h:22 - A | A

EM CRISE

Com dívidas de R$ 327 milhões, grupo do agro entra em recuperação judicial

Empresa diz que perda de produtos levou a colapso financeiro

RAFAEL COSTA
Da Redação

Christiano Antonucci

image

Christiano Antonucci

A juíza da 1ª Vara Cível de Cuiabá, Anglisey Solivam de Oliveira, autorizou a recuperação judicial do grupo Cella, responsável há mais de três décadas pelo cultivo de soja, milho e arroz em Mato Grosso, atuando nos municípios de Sorriso e Nova Maringá.

Composto pelos familiares Milton Paulo Cella (pai), Roseli Amália Zuchelli Cela (mãe) e Vitor Augusto Cella (filho), o grupo Cella alegou a Justiça que entrou em dificuldade financeira a partir de 2017, quando aproximadamente 150 mil sacas de soja foram perdidas por conta de uma infiltração em um silo recém-construído na propriedade.

Por conta disso, houve dificuldades nas safras seguintes. Em 2020, intempéries climáticas ocasionaram a perda de mais de 152 mil sacas de soja em razão das chuvas excessivas nos meses de fevereiro e abril daquele ano.

E ainda, em laudo técnico solicitado pelo grupo foi analisado o impacto na safrinha de milho 2020, severamente prejudicada em razão da ausência de chuvas, o que atrasou a janela de plantio, tendo havido uma quebra na produção de mais de 418 mil sacas de milho.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros