Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Entretenimento Domingo, 15 de Maio de 2016, 10:59 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 15 de Maio de 2016, 10h:59 - A | A

REDES SOCIAIS

Sandra Annenberg carrega tocha olímpica, se empolga e fotos viram hit

UOL

Sandra Annenberg carregou a tocha olímpica pelas ruas da capital mineira, Belo Horizonte, na manhã deste sábado (14), num percurso de cerca de 200 metros. A jornalista da Globo definiu o fato como uma "honra" e disse que esse seria o momento oportuno "para acendermos o espírito olímpico" no povo brasileiro.

 

Divulgação

Sandra Annenberg

 

"É uma honra ser representante de um dos 12 mil brasileiros que irão carregar a tocha. E eu divido esse momento com todos vocês. Esse é um momento de acendermos o espírito olímpico na [nossa] gente", disse ela durante entrevista ao "Jornal Hoje".

 

No percurso, que durou apenas alguns minutos, a jornalista demonstrou uma empolgação extrema, "com caras e bocas", sorridente e ofegante. As fotos feitas do momento inusitado acabaram repercutindo nas redes sociais.

 

"Sandra Annenberg com muita fome correndo pra acender a churrasqueira", brincou um internauta, pelo Twitter. "Sandra carregando a tocha sou eu quando acordo cedo e consigo chegar na hora certa nos compromissos", disse outro. "Namore com alguém que te olhe da mesma maneira que a Sandra olha para a tocha olímpica", recomendou mais um tuiteiro.

 

Até o próprio perfil oficial do Rio 2016 brincou com o episódio ao repassar o tuíte de um seguidor. "Por mim, a Sandra carregaria a #TochaOlimpica até o Rio", sugeriu.

 
Sandra é atriz por formação --trabalhou em algumas novelas como "República" (1989) e "A, E, I, O, Urca" (1990)--, mas optou por seguir a carreira de jornalista, definitivamente, a partir dos anos 1990. Passou por emissoras como TV Cultura, Band, Record até chegar à Globo, onde assumiu funções no "São Paulo Já", "Fantástico", "SPTV", "Jornal da Globo",
"Jornal Hoje" e "Jornal Nacional" --ela foi a primeira 'moça do tempo' no telejornal.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros