Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

Entretenimento Terça-feira, 07 de Junho de 2016, 09:43 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 07 de Junho de 2016, 09h:43 - A | A

Corpo de atleta de wingsuit é resgatado em mata no RJ

G1

O corpo do atleta de wingsuit, Fernando Brito, de 42 anos, encontrado nesta segunda-feira (6) na mata, foi resgatado. Ele estava desaparecido desde domingo (5) depois de fazer um salto da pedra da Gávea.

 

Por volta das 14h30 desta segunda, os bombeiros encontraram parte do equipamento. Bombeiros e escaladores localizaram o corpo em uma área de difícil acesso na mata.

 

Reprodução

Atleta de wingsuit

 

Bombeiros do Alto da Boa Vista passaram a segunda-feira procurando o esportista. Um helicóptero da Polícia Civil também foi usado nas buscas. Apenas com o auxílio de um drone, que eles encontraram parte do equipamento e, em seguida avistaram o atleta, já sem vida, preso na mata.

 

Fernando Brito desapareceu enquanto praticava o Wingsuit, um esporte radical em que o atleta veste uma roupa com asas para voar. No dia 10 de janeiro o Esporte Espetacular fez uma reportagem com Fernando Brito. Nas imagens, o esportista e militar voa a mais de 2 mil metros de altura utilizando equipamento especial e conseguiu uma façanha inédita: passou pela fenda de uma pedra no Espírito Santo.

 

Depois que a morte de Fernando foi confirmada, centenas de amigos e parentes publicaram mensagens nas redes sociais. Um primo do esportista escreveu: "Primo, Não deu tempo de repetir essa foto.... Mas aonde quer que vc esteja agora tenho certeza que está levando alegria!


Vc estava fazendo o que gostava... Devia estar feliz, Isso que importa! Descanse em paz..."

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros