Economia Terça-feira, 27 de Setembro de 2011, 18:11 - A | A

Terça-feira, 27 de Setembro de 2011, 18h:11 - A | A

INVESTIMENTOS

Termelétrica vai incentivar no aumento de números de carros a gás

O reinício das atividades proporcionará um maior desenvolvimento no setor de automóveis e nas indústrias

DA REDAÇÃO

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Pedro Nadaf, secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, afirma que a usina vai incentivar o aumento da frota de carros com gás veicular
A Usina Termelétrica de Cuiabá voltou à atividade nesta terça-feira (27) e sua produção já está sendo pensada para uso em automóveis. Com capacidade para gerar 480 MW, o que equivale a 60% da demanda de Mato Grosso por energia, a termelétrica poderá ter seu excedente de energia aplicado no aumento do número de veículos movidos a gás.

 

Conforme explica o secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, com a usina, o Estado tem garantido o gás veicular para carros movidos à gás natural. Além disso, a possibilidade da instalação de indústrias, que só dependem do gás para funcionar, pode virar realidade. “É o caso de cerâmicas, elas têm como matriz energética o gás e não podem se instalar no Estado sem esse material”.

O projeto prevê, ainda, levar o gasoduto até o Distrito Industrial, em Cuiabá, e fornecer gás para as indústrias lá instaladas, que poderão passar a utilizá-lo como matriz energética para a produção. “A vantagem é que o industriário vai poder optar por um sistema de energia ou outro”, acrescentou o governador do estado Silval Barbosa.

Diariamente 2,2 milhões de metros cúbicos de gás natural provenientes da Bolívia serão destinados à térmica administrada pela empresa Pantanal Energia com base em um contrato válido até final de 2012. A conquista, conta o governador Silval Barbosa, é resultado de muito empenho a fim de buscar parcerias, mobilizar a bancada federal e o Senado, além de inúmeras reuniões com os Ministérios e a Bolívia.

O reinício das atividades da termelétrica proporcionará um maior desenvolvimento para o Estado e cria uma agenda positiva com a Bolívia. A solenidade de reativação da usina contou com a participação dos gerentes da Petrobrás, presidente da empresa Gás Trans Boliviano S/A, diretor da estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos e Fiscales Bolivianos (YPFB), além de autoridades regionais. (Com informações da Assessoria)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros