Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2020, 07h:46

Tamanho do texto A - A+

Petrobras: BNDES anuncia oferta pública de distribuição secundária de ações ON

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

A Petrobras informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) solicitou junto à CVM o registro de oferta pública de distribuição secundária de, inicialmente, 611.835.583 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal de emissão da companhia que serão ofertadas simultaneamente no Brasil e no exterior, sob a forma de American Depositary Shares (ADS). Cada ADS é representativo de duas ações.

A quantidade total das ações inicialmente ofertadas, incluindo sob a forma de ADS, poderá ser acrescida em até 20%, ou seja, até 122.367.116 ações. Pelo fechamento das ações ON desta terça-feira, 21 (R$ 31,02), o valor pode chegar a R$ 22,7 bilhões.

Na noite de noite, a Petrobras já tinha atualizado o prospecto para a realização de sua oferta subsequente (follow on) na Securities and Exchange Commission (SEC) com tais informações.

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento (Bookbuilding), em 5 de fevereiro. Segundo a petrolífera, o preço será aferido tendo como parâmetro a cotação das ações ordinárias de emissão da companhia na B3; cotação dos ADSs na NYSE e o resultado do Procedimento de Bookbuilding. No âmbito da Oferta Internacional, o preço por ação sob a forma de ADS será equivalente ao preço por ação convertido para dólares norte-americanos (US$), com base na taxa de câmbio de venda dessa moeda (PTAX).

São coordenadores da operação o Credit Suisse, Bank of America, Bradesco BBI, Banco do Brasil, Citigroup, Goldman Sachs, Morgan Stanley e XP Investimentos, conforme antecipou a Coluna do Broadcast. Com a oferta nas duas bolsas, o BNDES conseguirá colocar a mercado toda sua participação - que equivale a 10% das ações votantes -, considerando as ações ordinárias, em uma única operação.

O início das negociações das ações da oferta brasileira na B3 será em 7 de fevereiro, com liquidação no dia 10. O término do lock-up da oferta de varejo ocorrerá em 22 de março deste ano e o da oferta de dispersão em 06 de abril.

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei