Economia Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 11:16 - A | A

Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 11h:16 - A | A

LEMBRETE DE DÍVIDA

Consumidor passará a receber por SMS 'lembrete' de dívida não paga

O Globo

Imagem da internet
A partir desta segunda (13), consumidores passam a receber divida por SMS

Sabe aquela dívida no cartão de crédito ou o carnê do crediário do aparelho de TV que você esqueceu de pagar? A partir desta segunda-feira, consumidores de todo o Brasil com dívidas vencidas e não pagas passarão a receber avisos de pendência financeira por SMS.

A iniciativa, segundo a Serasa Experian, será um "reforço", já que os consumidores continuarão recebendo comunicado pelo correio. O objetivo, de acordo com a entidade, é agilizar a informação e a quitação das dívidas.

-É justo e correto que o consumidor seja avisado. Hoje há mais de um aparelho de celular por habitante e com isso ganha-se velocidade - afirma o gerente de produtos de recuperação de crédito da Serasa, André Rocha.

Segundo a entidade, a comunicação por correio demora em média três dias úteis e somente depois de dez dias úteis, o nome do consumidor com dívidas fica sujo. De acordo com Rocha, os prazos permanecem os mesmos.

Segundo Rocha, a entidade tomou medidas de segurança para evitar fraudes com as mensagens instantâneas. O consumidor vai ser direcionado a um site específico da Serasa, com maior nível de segurança, e além de código que passa a receber por SM, terá de informar o CPF e responder a questões adicionais de segurança.

-Tomamos todas as medidas de segurança, mas ninguém está livre de receber um SMS, um email ou mesmo uma carta fraudulenta- reconhece.
O SMS não trará informações como valor da dívida ou número de contratos.

A mensagem, via torpedo, vai trazer comunicados sobre dívidas vencidas de cartão de crédito, pendências com bancos, financeiras, crediário em geral e financiamentos. A devolução de cheque sem fundo continua sendo comunicada pelos bancos.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros