Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,66
euro R$ 6,14
libra R$ 6,14

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,66
euro R$ 6,14
libra R$ 6,14

Economia Terça-feira, 19 de Março de 2024, 11:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Março de 2024, 11h:00 - A | A

BNDES vai superar meta de R$ 300 bi de investimento na indústria, afirma Mercadante

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, afirmou que o governo irá superar a meta de investir R$ 300 bilhões em projetos de industrialização. "Nos dois primeiros meses do ano, temos o maior volume de desembolso dos últimos oito anos", comentou, durante o seminário "Descarbonização: Rumo à Mobilidade de Baixo Carbono no Brasil", realizado pelo Esfera Brasil e MBCBrasil.

Destacando o potencial da indústria brasileira, Mercadante disse que o País precisa "de crédito e de crédito mais barato". "Em 2023, as consultas (para tomada de crédito) cresceram 88%, as aprovações, 32% e os desembolsos, 17%", apontou, sobre os dados do BNDES.

Os programas de industrialização que envolvem o BNDES englobam um conjunto de soluções financeiras que buscam viabilizar o financiamento nos próximos três anos. Algumas dessas iniciativas já foram iniciadas, como o Programa Mais Inovação, operado pelo BNDES e pela Finep, que oferece crédito a condições de Taxa Referencial (TR) + 2% e recursos não reembolsáveis.

Entre os eixos do Programa Mais Inovação está o de "uma indústria mais verde", com aportes do novo Fundo Clima, que se configura como o principal instrumento de financiamento para a descarbonização da indústria brasileira.

Também está previsto o uso de instrumentos de mercado de capitais voltados para temas relacionados à transformação ecológica do País.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros