Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Economia Segunda-feira, 01 de Outubro de 2018, 15:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 01 de Outubro de 2018, 15h:15 - A | A

Balança comercial tem superávit de US$ 4,971 bilhões em setembro

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Com aumento expressivo nas importações, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 4,971 bilhões em setembro, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O valor é 3,9% menor do que o registrado em setembro do ano passado. O saldo comercial do mês passado ficou dentro do intervalo da pesquisa do Projeções Broadcast, que varia de um superávit de US$ 4,3 bilhões a US$ 6,4 bilhões, mas abaixo da mediana das projeções, de US$ 5,750 bilhões.

Na quarta semana de setembro(24 a 30), o saldo comercial foi de um superávit de US$ 1,030 bilhão.

No mês passado, as exportações somaram US$ 19,087 bilhões, uma alta de 7,7% ante setembro de 2017. Já as importações chegaram a US$ 14,116 bilhões, um salto de 10,2% na mesma comparação.

No mês, houve um aumento nas importações de combustíveis e lubrificantes (+24,7%), bens intermediários (+10,0%), bens de capital (+5,9%) e bens de consumo (+1,1%).

Pelo lado das exportações, houve alta nas vendas de produtos básicos (+21,1%), semimanufaturados (+3,0%), enquanto caíram as de manufaturados (-4,2%).

De janeiro a agosto, o superávit comercial soma US$ 42,648 bilhões, saldo 19,9% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. A previsão do governo para 2018 é que o saldo da balança comercial alcance um saldo acima de US$ 50 bilhões.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros