Copa Pantanal Quarta-feira, 27 de Abril de 2011, 11:52 - A | A

Quarta-feira, 27 de Abril de 2011, 11h:52 - A | A

Pressão por obras no Coxipó do Ouro tem outros objetivos, afirma diretor da Agecopa

Carlos Brito, diz que responsabilidade do asfaltamento da localidade é da Prefeitura de Cuiabá

LUIZ ACOSTA

Edson Rodrigues/Secom
Carlos Brito afirma que pressão por obras tem outros interesses
Embora a pressão dos moradores da localidade do Coxipó do Ouro (Arraial da Forquilha) para asfaltamento da estrada que liga a localidade ao bairro Três Barras, em Cuiabá e ao entroncamento da MT-251 (Cuiabá-Chapada dos Guimarães) tenha recaído sobre o governo do Estado e a Agecopa, a responsabilidade pelas obras reivindicadas é da Prefeitura de Cuiabá

 O assunto já vem gerando polêmica desde o ano passado, quando houve um protesto por parte dos moradores, contornado mediante um aceno do governador Silval Barbosa (PMDB), de que, no prazo de seis meses iria visitar o Coxipó do Ouro para se inteirar da realidade da população e ver o que era possível o Estado fazer em benefício da localidade onde foi rezada a primeira missa pelos bandeirantes que aqui chegaram em busca de ouro para a Coroa Portuguesa.

Durante outro protesto realizado na segunda-feira (25), onde os representantes de 14 comunidades abrangidas pela região do Coxipó do Ouro prometeram “lacrar” a Agecopa para terem atendidas suas reivindicações, foram informados de que a responsabilidade é do município de Cuiabá, mas, que, o governo estava tentando a possibilidade de contemplar, dentro das obras para a Copa do Mundo de 2014, os moradores. Também foram informados de que o tempo (seis meses) anunciado pelo governador Silval Barbosa para uma visita ao vilarejo mais antigo de Cuiabá ainda não havia expirado.

Em entrevista ao Hipernotícias, o diretor de Infraestrutura da Agecopa, Carlos Brito, disse que há um projeto que prevê a construção de uma nova estrada ligando a região do bairro Doutor Fábio (que demanda à localidade da Ponte de Ferro) a Chapada dos Guimarães, denominada MT-030 e que, dentro desse projeto vai ser vista a possibilidade de inclusão também do asfaltamento solicitado pelas comunidades, porém, na forma de um “encaixe” e não como uma obrigação do governo ou como projeto de responsabilidade da Agecopa.

Com a proximidade das eleições municipais (que acontecerão em 2012) Brito acredita que está havendo uma “politização” dos problemas, vez que a pessoa que se coloca formalmente como articulador do grupo representativo da região, Marcos Santiago, tem interesse em se eleger vereador e por isso tem procurado “jogar” a comunidade contra o governo e agora contra a Agecopa, com intuito único de auferir dividendos políticos (votos) nas eleições do ano que vem.

“O Santiago também é dono do ônibus que faz a linha até a escola do Coxipó do Ouro e, além disso, possui um clube de campo (Diplomata) na região, então, decidiu politizar a situação, porque, além de conseguir os votos que deseja, ainda será beneficiário direto com a obra. Nós já explicamos que vamos tentar beneficiar o Coxipó do Ouro, até por considerarmos o seu valor histórico e cultural para o Estado, porém, a obrigação da realização desses trabalhos é única e exclusivamente do município, do prefeito Chico Galindo”, explicou o diretor da Agecopa.

Comente esta notícia

adm252@veloxmail.com.br 11/05/2011

ATÉ OS CRISTÃOS QUE VÃO A IGREJA, EXISTE UM INTERESSE "SALVAÇÃO". NÃO EXISTE SER HUMANO, QUE FAÇA ALGUMA COISA A ALGUÉM, QUE NÃO SEJA POR INTERESSE MATERIAL OU ESPIRITUAL. PARABENS MARCOS SANTIAGO, PELA SUA ATITUDE, SE CONTINUAR AINDA VAI SER CANDIDATO>>>ELEITO A VEREADOR. PERGUNTO AOS CARLOS BRITO, EXISTE ALGUMA OBRA DA AGECOPA QUE NÃO VAI SER USADA PARA MERITO POLITICO DE ALGUEM?????????????? TUDO É POLITICA, OBRA DO COXIPO DO OURO É UM DEVER E OBRIGAÇÃO DO GOVERNO FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL, OU SEJA DO MESMO LOCAL DE ONDE SAIRÁ OS GRANDES RECURSOS USADOS NA AGECOPA. ADORO COXIPO DO OURO.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros