Copa Pantanal Terça-feira, 24 de Maio de 2011, 00:19 - A | A

Terça-feira, 24 de Maio de 2011, 00h:19 - A | A

SATISFAÇÃO

Agecopa deve prestar contas a sociedade, cobra Emanuel Pinheiro

Segundo o deputado Emanuel Pinheiro (PR), é a oportunidade que a Agência tem de apresentar metas e ações que estão sendo cumpridas

 

Divulgação
Deputado Estadual Emanuel Pinheiro (PR), autor do projeto que mudou estrutura da Agecopa
Autor do projeto de lei que mudou a estrutura da Agecopa, o deputado Emanuel Pinheiro cobrou nesta segunda-feira (23) que a autarquia preste contas de suas ações à sociedade. De acordo com o parlamentar, no Projeto de Lei Complementar n° 418, de sua autoria e do deputado Walter Rabelo (PP), aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) e sancionado pelo governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB), no mês de abril deste ano, está a exigência de que a cada quadrimestre a Diretoria Executiva apresentará em Audiência Pública, na Comissão Permanente de Acompanhamento da Copa do Pantanal 2014 da AL-MT, o implemento do cronograma das metas, programas, ações, projetos e obras da Agência.

Diante disso o deputado Emanuel Pinheiro, apresentou requerimento, solicitando a realização da Audiência Pública, no dia 18 de Agosto, às 14h30min, no Auditório “Deputado Milton Figueiredo”.

“É a oportunidade de mostrar para a população mato-grossense, maior interessada nos jogos da Copa do Mundo do Pantanal, e principalmente no legado que a mesma irá deixar para o nosso Estado, devido às inúmeras obras de melhorias de infra-estrutura, mobilidade urbana, etc., que ações, projetos, metas e obras da AGECOPA estão sendo cumpridas conforme o cronograma inicial”, declarou Pinheiro, por meio de sua assessoria.

Para o republicano, o projeto expressa o desejo da população. “O povo se manifestou através dos representantes eleitos por eles. O poder não é do Legislativo, Executivo ou do Judiciário, o poder é do povo, e nós parlamentares e o governador do Estado ouvimos a voz do povo e as mudanças já estão acontecendo”, pontuou.

De acordo com Emanuel Pinheiro, as Audiências Públicas que vão acontecer de quatro em quatro meses, vão ser como lentes de aumento para a população acompanhar tudo que está sendo realizado.


Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros