Cidades Sexta-feira, 24 de Junho de 2022, 17:35 - A | A

Sexta-feira, 24 de Junho de 2022, 17h:35 - A | A

MÁSCARAS NA SAÚDE

Sorriso decide pela reabertura do hospital de campanha

Até o início desta sexta-feira (24), o município contabilizava 160 pacientes ativos; 18 deles são crianças e com até 11 anos e, dentre elas 5 têm entre 0 a 5 anos; nenhuma delas foi imunizada contra a covid-19

DA REDAÇÃO

Divulgação

image

Com a alta nos números de covid-19 em todo Brasil, a prefeitura Municipal de Sorriso (distante 412 km da Capital) definiu pela reabertura do Hospital de Campanha, unidade destinada exclusivamente para o tratamento da doença. As atividades no local retornarão no dia 4 de julho.

A decisão foi tomada em reunião do Comitê de Enfrentamento e Prevenção à covid-19 realizada sexta-feira (24). Além do retorno do HMC, o Comitê também decidiu pelo uso obrigatório de máscara em todas as unidades de saúde do Município e nas unidades hospitalares.

A medida, conforme o prefeito Ari Lafin, é uma forma de controlar a circulação viral e conter novas contaminações por covid-19. “Essa é uma doença que precisamos aprender a conviver e, nesse momento, precisamos de bom senso; por isso, seguindo orientação técnica decidimos pelo uso da máscara em ambientes de saúde”, diz Ari. Para a equipe, essa é uma forma tanto de proteger pacientes que aguardam por atendimento quanto os profissionais.

O secretário de Saúde, Sílvio Stolfo, reforça a importância de quem ou testou positivo ou estar apresentar sintomas gripais usar máscara. O paciente que testou positivo deve ficar em isolamento. “Também estamos voltando com toda a estrutura anterior, com equipes visitando os pacientes em casa”, explica.

Até o início desta sexta-feira, o município contabilizava  160 pacientes ativos; 18 deles são crianças e com até 11 anos e, dentre elas 5 tem entre 0 a 5 anos; nenhuma delas foi imunizada contra a covid-19.

“Essas 18 crianças são pacientes com sintomas leves a moderados e que estão em acompanhamento; nenhum deles está internado”, reforça o secretário. Há ainda 6 adolescentes de 12 a 17 anos; todos receberam duas doses. E, são mais 136 adultos; 17 deles não receberam nenhuma dose; 11 com uma dose; 71 com duas doses e 37 com três doses. Dentre os adultos são 4 internados; 3 deles em UTIs e sem o esquema vacinal completo e um paciente não vacinado internado em enfermaria.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros