Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 15h:45

Tamanho do texto A - A+

Secretário justifica multidão em enterro “pela excepcionalidade do Pastor”

Por: RAYNNA NICOLAS

O secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Coronel Leovaldo Sales, afirmou nesta sexta-feira (10) que a cerimônia fúnebre do pastor Sebastião Rodrigues de Souza, morto e sepultado na presença de 5 mil pessoas na última queta-feira (8),  foi uma "excepcionalidade que está além das regras que coíbem as aglomerações na Capital". O Pastor, que era presidente da Assembleia de Deus, faleceu na manhã da última quarta-feira em decorrência da Covid-19.

Alan Cosme/HiperNoticias

coronel sales/coletiva sobre a UPA

 

Em entrevista à Rádio Nativa FM o secretário informou que, em plena pandemia, mais de cinco mil pessoas se reuniram para se despedir do líder religioso no cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá, na capital. Como noticiou HiperNotícias, a multidão acompanhou de perto a homenagem ao pastor, que também foi transmitida ao vivo via Facebook.

O coronel e pastor da Igreja Assembleia de Deus admitiu o risco de contaminação oriundo de uma aglomeração de tamanhas proporções, mas disse que ele se justifica pelo caráter extraordinário do fato.

“O excepcional quebra a regra. O pastor Sebastião não é uma pessoa comum, tanto é que dos 67 mil mortos nesse país, apenas um mereceu uma nota do Presidente da República. Isso é excepcional”, disse.

Ainda segundo o secretário, o evento foi comunicado ao promotor Alexadre Guedes, responsável do Ministério Público pela fiscalização da ação da prefeitura na pandemia, e aconteceu com a devida autorização do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

“Se não houvesse a nossa participação junto à direção do cemitério, a situação seria potencialmente muito pior. O que fizemos lá foi organizar e minimizar  os efeitos de uma situação extraordinária, excepcional, e assim entendeu o Ministério Público. O Prefeito Emanuel Pinheiro também me autorizou a participar de todos os atos do sepultamento. Primeiro, porque faço parte da Assembleia de Deus; e, depois, porque ele sabe que eu estaria lá para minimizar os efeitos de uma aglomeração inevitável”, declarou.

O promotor de Justiça Alexandre Guedes confirmou ao HNT/HiperNotícias que conversou com o titular da pasta de Ordem Pública da Capital na última quinta-feira (09). Mas, contrariamente ao que disse o secretário, o promotor afirmou que todo e qualquer fato deve ser apurado e a Promotoria da Cidadania irá tomar as medidas necessárias para o cumprimento da lei por todos e para todos.

“Realmente conversei com o secretário ontem. Agora, todo e qualquer fato deve ser apurado, e a promotoria da cidadania irá tomar as medidas necessárias para o cumprimento da lei por todos e para todos”, enfatizou.

Números da Covid-19

De acordo com o boletim mais recente da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), divulgado na quinta (09), Mato Grosso já somava 26.396 casos de coronavírus, sendo 961 óbitos. A taxa de ocupação das UTIs no Estado encerrou o dia em 98,4%, isto é, apenas quatro leitos de UTI pactuados para o tratamento de Covid-19 estão disponíveis em Mato Grosso. 

Estudos apontam ainda que, uma pessoa infectada pelo novo vírus pode transmití-lo para até seis pessoas. Por isso, uma vez que não existem vacinas ou remédios com eficácia comprovada para a doença, a principal orientação dos órgãos de saúde é que o contato entre as pessoas seja limitado através do distanciamento e isolamento social, que possuem a função de frear o contágio. 

Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei - 1



2 Comentários

Gustavo - 11/07/2020

Maior que todos foi o covid que levou o pastor e tantos outros. Irresponsável colocar a população em perigo. Precisa ser responsabilizado e exonerado imediatamente. Servidor público não deve fazer juizo de caráter e tratar a todos igualmente.

Carlos Alberto de Castro - 10/07/2020

Que bom secretário que as notícias a seu respeito falam de trabalho e servir...nunca ouvi ninguém noticiar um ato de corrupção sua! Parabéns Sales pela honra que deu ao nosso pastor.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas