Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 16h:49

Tamanho do texto A - A+

"Nossa meta é que ele seja o melhor do mundo”, diz pai de goleiro cuiabano emprestado ao Corinthians

Atleta de 21 anos é contratado do Santa Cruz, do Recife, e era sondado pelo "timão" há seis meses

Por: REDAÇÃO

“Nossa meta é ser o melhor do mundo”, afirma Marcos Santiago, pai e agenciador do cuiabano Maycon Cleiton, que se apresenta ao Corinthians, em São Paulo, na segunda-feira (13). Atualmente o atleta é contratado pelo Santa Cruz, de Recife, e será emprestado ao time paulista, na Sub-23, com possibilidade de contratação definitiva.

Arquivo pessoal

Maycon Claiton

 

O jogador é sondado pelo Corinthians há cerca de 6 meses e agora a negociação para o empréstimo do goleiro foi efetivada. A princípio, o atleta, de 21 anos, será cedido por um ano.

“Estou muito contente, espero que ele fique lá por esse ano. Mas nossa meta é que ele seja o melhor do mundo. Trabalhamos para isso, com muito profissionalismo. Ficar entre os 40 melhores goleiros já é muito bom, mas queremos que seja o melhor”, afirma o pai que diz sentir muito orgulho, mas não é pai coruja que fica “babando” em cima do filho. “Eu cobro”.

Marcos Santiago foi goleiro amador, mas conta que nunca incentivou o filho a seguir carreira no esporte. Como a maioria das crianças, Maycon gostada de jogar bola e brincava no ginásio da Lixeira. As pessoas que viam diziam que ele pegava bem, que era bom no gol. “Eu, como pai, nunca me empolguei”, conta. Até que passou a treinar em Cuiabá e foi levado, por um professor, para fazer teste em times de outros estados, com 14 anos. “Bem preparado não era não. Era de qualquer jeito mesmo”, relata.

“Deixei ele ir para ver como era difícil a carreira, deixei passar uns perrengues para saber se era isso que queria mesmo. Quando ele voltou para Cuiabá, depois de 3 meses, que fomos investir em um personal, um treinador para que ele melhorasse a técnica. Chamei um personal trainer, que é o professor Vandeco. Trabalhava em 2 empregos para poder colocar ele dentro do padrão de goleiro. Aí ele foi fazer o primeiro teste e passou aí já começou a jogar no profissional”, lembra.

Logo o rapaz se destacou e começou a jogar profissionalmente, primeiro em times sub 17, depois sub 20. O primeiro time em que jogou foi o Atlético Goianiense, no qual ficou entre os 14 e 16 anos. Depois, foi para o Bahia, Guarani de Campinas, Jacuipensa também da Bahia, tendo jogado pela Seleção Baiana, Olimpia e, por fim, o Santa Cruz.

“Com 16 anos ele era o 4ª goleiro profissional do Atlético Goianiense. Meu filho é um garoto muito dedicado”, descreve o pai.

Durante a carreira, Maycon conquistou muitos títulos, entre eles o campeonato pernambucano, em 2018, e foi considerado o melhor goleiro da Copa Nordeste, naquele ano, escolhido por unanimidade.

O goleiro joga no Santa Cruz há 1 ano e meio e teve o contrato renovado por mais um. Porém, foi emprestado para o Corinthians.

Marcos Santiago orgulha-se de dizer que a negociação para empréstimo do atleta ocorreu entre os times, exclusivamente. Sem interação de agenciador ou empresário. “O Corinthians estava sondando ele e foi atrás do time”, destaca.

Credito: Arquivo pessoal
Credito: Arquivo pessoal
Avalie esta matéria: Gostei +13 | Não gostei