Cidades Terça-feira, 28 de Junho de 2022, 19:36 - A | A

Terça-feira, 28 de Junho de 2022, 19h:36 - A | A

77,5% DE UTIS OCUPADAS

Mato Grosso registra mais de 2 mil casos de covid em 24h e UTIs seguem em nível crítico

Dos 761.537 casos confirmados da covid-19 no Estado, 10.293 pacientes estão em isolamento domiciliar e 735.561 estão recuperados

Da Redação

Foto: Agência Brasil

image

A taxa de ocupação das UTIs pactuadas para o tratamento de covid-19 continua próxima do nível crítico em Mato Grosso, de 80%, segundo dados atualizados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) na tarde desta terça-feira (28). Ao todo, são 761.537 casos confirmados no Estado, sendo registrados 14.987 óbitos em decorrência do coronavírus. Os números apontam para um crescimento de 2.295 casos nas últimas 24 horas, com três mortes a mais.

Dos 761.537 casos confirmados da covid-19 no Estado, 10.293 pacientes estão em isolamento domiciliar e 735.561 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a covid-19, há 64 internações em UTIs públicas e 155 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 77,5% para UTIs adulto e em 19% para enfermaria adulto.

Quanto às UTIs, o Hospital Regional de Cáceres opera em sua capacidade máxima. Em Nova Mutum, o índice de ocupação é de 90%. Em Primavera do Leste, o Hospital e Maternidade São Lucas está com os leitos intensivos 80% ocupados e, no Metropolitano de Várzea Grande, a taxa de ocupação diminuiu de 75% para 72,5%.

Já nas enfermarias, o Hospital Julio Müller opera muito acima de sua capacidade. Com apenas um leito pactuado para o tratamento do coronavírus, atualmente, a unidade conta com 13 pacientes internados devido à doença.

Os dez municípios com maior número de casos de covid-19 são Cuiabá (135.690), Várzea Grande (53.643), Rondonópolis (44.291), Sinop (34.465), Tangará da Serra (24.488), Lucas do Rio Verde (23.455), Sorriso (23.340), Primavera do Leste (22.780), Cáceres (17.562) e Alta Floresta (17.034).

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros