Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Cidades Sexta-feira, 15 de Abril de 2016, 16:36 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 15 de Abril de 2016, 16h:36 - A | A

DETIDO

Homem que matou filho de vereador em Nobres é preso pela Polícia Civil

MAX AGUIAR

A Polícia Civil prendeu na noite de quinta-feira (14), M.D.B, 21 anos, acusado de matar Ralf Loyola de Souza, 29, no mês de janeiro desse ano em Nobres. A vítima era filho do vereador Acendino Mendes de Souza, que após o assassinato deixou o aprlamento para se recuperar da perda. 
 

Divulgação / PJC-MT

policia civil

 

O suspeito foi preso no momento em que os policiais cumpriam mandados de busca e apreensão e também de condução coercitiva na casa de M.D.B.. Ele estava com uma arma de fogo e foi detido por posse ilegal, por não ter liberação para usar arma de fogo.

 

Aos policiais ele negou que tivesse qualquer envolvimento com o crime, entretanto os policiais afirmam que há indícios fortes que o indicam como participantes. O acusado teria contratado uma pessoa para matar o filho do vereador.

 

O delegado responsável pelas investigações, Caio Fernando Alvares de Albuquerque, disse que o suspeito teria encomendado a morte da vítima pelo fato de ter se envolvido em uma briga com Ralf. O motivo seria pura vingança. Além de M.D.B., os policias ainda conduziram outras pessoas da cidade foram detidas para depoimento sobre o crime.

 

Ao todo foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva. Outro de condução ainda falta ser cumprido. M.D.B., teve o pedido de prisão representado pelo delegado por cinco dias e está sob análise da justiça. A prisão em flagrante está mantido.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros