Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Cidades Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 12:27 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 12h:27 - A | A

NO FREEZER

Homem é preso flagrado com 213 unidades de pescado irregular em Porto Jofre

Suspeito alegou não saber quais espécies eram proibidas de ser pescadas

DA REDAÇÃO

Um homem de 40 anos foi preso com 213 unidadades de pescado irregular na região do Porto Jofre, em Poconé (104 km de Cuiabá), nesta quinta-feira (23). A prisão dele por pesca predatória e apreesão do pescado ocorreu depois de denúncias. 

A equipe da Polícia Militar se deslocou até a região de Porto Jofre ao ter sido informada de que o homem que estava praticando pesca predatória. O suspeito, conforme informações, prestava serviços em propriedades rurais e fazia a captura ilegal de peixes nestes locais.

Os militares foram até uma dessas propriedades citadas nas denúncias, onde foram recebidos pelo caseiro do local. A testemunha afirmou que havia um eletricista que estava alojado naquela propriedade e que pescava todos os dias após sair do serviço.

No alojamento deste suspeito havia um freezer, no qual os policiais militares localizaram 143 unidades de piraputangas, um pacu, seis piaus, 49 pacupevas, uma piranha, dois bagres, nove sardinhas e duas piavas.

O caseiro do local fez contato com o suspeito, que compareceu ao alojamento e se apresentou aos policiais. O homem foi questionado sobre o motivo de guardar o pescado e informou aos militares não saber que a pesca daquelas espécies era proibida.

Diante da situação, o homem recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime ambiental e foi conduzido à Delegacia de Poconé, com o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências.

DISQUE-DENÚNCIA   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros