Cidades Terça-feira, 02 de Agosto de 2011, 09:01 - A | A

Terça-feira, 02 de Agosto de 2011, 09h:01 - A | A

GREVE

Enfermeiros entram em greve na rede particular de saúde

Motivo da greve se deu após várias tentativas frustradas de negociação salarial

DA REDAÇÃO

Profissionais, técnicos e auxiliares de enfermagem decidiram na manhã de hoje (2) paralisar os serviços por tempo indeterminado nos hospitais Santa Rosa, Jardim Cuiabá, Geral, Santa Casa e do Câncer. O motivo da greve se deu após várias tentativas frustadas de negociação salarial com o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Mato Grosso (Sindessmat) há mais de 60 dias.

Segundo Djamir de Souza Soares, presidente do Sindicato dos Enfermeiros (Sinpen), a categoria está reivindicando que o salário do auxiliar de enfermagem chegue a R$  700, técnicos de enfermagem a R$ 900 e enfermeiro padrão a R$ 1,7 mil. Além disso, eles querem adicional de R$ 100 na cesta básica.

Já o Sindessmat propõe que os auxiliares de enfermagem ganhassem 30 reais de aumento, técnicos de enfermagem 35 reais e enfermeiros padrão cerca de 70 a 75 reais de aumento, além de um adicional de 5 reais na cesta básica. Já que não houve um acordo entre os sindicatos a categoria dos enfermeiros decidiu deflagrar  greve.

Os protestos estão sendo feito nas proximidades do Hospital Santa Rosa em Cuiabá. Segundo o Sinpen, 6 mil profissionais estão paralisados hoje na capital.

O Sindessmat irá se pronunciar sobre o assunto somente em coletiva.


Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros