Sábado, 04 de Julho de 2020, 12h:08

Tamanho do texto A - A+

Diretora morre de Covid-19, após perder a mãe para a doença

Por: WELLYNGTON SOUZA

A diretora da Escola Estadual Rodolfo Augusto Trechaud e Curvo, localizada no Residencial Paiaguás, em Cuiabá, Adalgiza Pereira Pedroso, morreu na manhã deste sábado (4) de Covid-19, o coronavírus. A servidora perdeu a mãe para a doença na última semana. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Divulgação

Diretora Adalgiza.jpg

 

Por meio de nota, o Estado informou que Adalgiza estava internada há 15 dias em um hospital particular da Capital. Ela também atuou como coordenadora, bibliotecária e suporte na Escola Rodolfo Augusto. Foi também coordenadora na Escola André Avelino Ribeiro e atuou na escola Ulisses Cuiabano, em Cuiabá.

“Estamos desolados com essa notícia, mais uma profissional da educação que perdemos para a Covid-19. Adalgiza era uma grande profissional, sempre empenhada e dedica a fazer o melhor pela educação do nosso Estado”, lamentou a Secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk. 

A servidora perdeu a mãe, Belarmina Pereira Pedroso, na semana passada, também vítima do coronavírus. "A Seduc se solidariza com a família, amigos e toda a comunidade escolar neste momento de dor e tristeza. Que Deus alivie o sofrimento e leve conforto e paz ao coração de todos", completa a nota.

Casos de Covid-19 em MT

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SESMT), Mato Grosso registra 19.540 casos e 741 óbitos por Covid-19. As 35 mortes mais recentes envolveram residentes de Nova Mutum, Rondonópolis, Água Boa, Pontes e Lacerda, Várzea Grande, Cuiabá, Vila Bela da Santíssima Trindade, Feliz Natal, Sorriso, Sinop, Tangará da Serra, Barra do Bugres e Santo Antônio do Leste.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas