Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Cidades Domingo, 15 de Janeiro de 2017, 12:05 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 15 de Janeiro de 2017, 12h:05 - A | A

MEMÓRIAS

Cuiabano lembra Porto antigo e pontua diferenças da arquitetura atual

JESSICA BACHEGA

Nascido em Cuiabá há décadas na região, o autônomo Joacir Leite é da época em que ainda era possível ver os navios atracando no Rio Cuiabá. Ele relembra do tempo em que a comunidade se reunia no Porto para as festividades, presenciou o abandono da região e agora vê a Orla do Porto revitalizado, voltando a ser um ponto de encontro da população cuiabana.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

taxista

 Joacir nasceu e cresceu em Cuiabá

Transitando pela recém-inaugurada Orla do Porto, Leite aponta locais que marcaram sua infância e juventude e que foram esquecidos com o tempo. Na arquitetura que rodeia o “novo” Porto, o morador identifica alguns dos prédios tradicionais que estão reproduzidos no local. 

 

Embora pontue que as obras de revitalização deram uma cara nova ao Porto e que com isso as pessoas passem a frequentar mais o local, a região não tem mais o significado que tinha antigamente e também não lembra em nada a Orla em que tantas famílias se reuniam para o lazer, como conta o morador.

 

“Naquela época o que se tinha aqui era a feira do Porto, o desembarque, a praça e o chafariz, que hoje não existe mais. O que temos hoje não tem nada a ver com o que realmente foi o local. Com a modernização, não preservaram o local e não respeitaram a arquitetura  do que era o Porto original”, afirma. 

 

"Se comparado com as condições em que o mais antigo bairro de Cuiabá se encontrava, melhorou muito com as reformas, mas “não traz lembrança nenhum do que ele já foi”, relata.

 

O cuiabano ressalta também que os avanços e o crescimento da cidade acabaram por degradar muito da história da capital. “A cada obra degrada mais o rio. Ai vem também esgoto, lixo que acaba com os rios e nascentes”, ressalta. “O Rio é vida para nós e está acabando”, frisa.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

Orla do porto de cuiabá

 

Vivendo há mais de 60 anos na Capital, Joacir Leite se entristece com as mudanças que o avanço causou em muitos pontos que foram referência na capital, mas reconhece a importância das mudanças. "Hoje o Porto está muito diferente do que era antigamente, mas com as melhorias não vai ficar abandonado e as pessoas poderão frequentar com segurança esse local que é tão importante para Cuiabá”, completa.

 

 

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Álbum de fotos

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Tchélo Figueiredo

Tchélo Figueiredo

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros