Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Cidades Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 16:42 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 16h:42 - A | A

NO MÊS DE MAIO

Cidades de MT com mortes por dengue apresentam números em queda ou estáveis de casos

Mesmo com redução em alguns municípios, a maioria das localidades registra alta; dados são do Ministério da Saúde e da SES-MT

JOLISMAR BRUNO
Da Redação

As cidades de Cuiabá, Rondonópolis (212 km de Cuiabá), Tangará da Serra (217 km de Cuiabá) e Campo Verde (132 km de Cuiabá), que já registraram mortes por dengue este ano, apresentaram queda no número de casos prováveis no mês de maio de 2024, em comparação com o mesmo período de 2023. Contudo, os casos confirmados seguem em alta na maioria dos municípios de Mato Grosso, que totaliza 29.362, segundo a Secretaria de Saúde (SES-MT). As mortes somam 18 e a maioria delas foi na Capital e em Tangará da Serra. 

LEIA MAIS: sobe para 18 total de mortos em decorrência da dengue em Mato Grosso

Em Cuiabá, os casos ficaram em patamar de estabilidade no mês de maio. Em 2023, a Capital tinha registrado 293 casos. Já em 2024, o mês de maio fechou com 302, conforme dados do Ministério da Saúde.

Já Tangará da Serra registrou queda de 67% nos casos em maio, saindo de 191, em 2023, para 62, neste ano. 

Rondonópolis foi outra cidade que teve redução significativa, de 85%, nos casos de dengue. No mês de maio de 2023, um total de 418 casos tinha sido confirmado. Já no mesmo mês deste ano, caiu para 61. Cabe destacar que, desde janeiro deste ano, a cidade tem registrado números de casos de dengue inferiores aos do ano passado. 

Outra cidade que também registrou queda de 77% nos casos de dengue foi Campo Verde. Em maio do ano passado, o município tinha confirmado 184 casos e, neste, ano caiu para 41.

CIDADES EM ALTA

Sorriso (397 km de Cuiabá) é a cidade que teve aumento considerável de mais de 1000% nos casos apenas no mês de maio. Em 2023, o município tinha registrado apenas 41 casos no período e, neste ano, saltou para 788. Cabe destacar também que, desde fevereiro, a cidade tem confirmações de casos superiores aos do ano passado. 

MATO GROSSO

Apesar da queda de casos em algumas cidades, Mato Grosso segue em tendência de crescimento no número de casos confirmados de dengue, totalizando 29.362, conforme o último boletim da SES-MT divulgado na segunda-feira (17). O número representa alta de 8% em relação ao penúltimo informe divulgado, quando o Eestado somava 26.984. 

Mato Grosso não registrou novas mortes por dengue, permanecendo em 18, no intervalo de pouco mais de 10 dias de divulgação deste novo informe. Cuiabá, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda (444 km de Cuiabá) e Primavera do Leste (234 km de Cuiabá) têm mais óbitos confirmados.

As mulheres com idade de 20 a 29 anos são as mais contaminadas pela dengue em Mato Grosso. Em seguida, estão os homens com da mesma faixa etária. 

VACINAÇÃO

A vacinação contra dengue já está ocorrendo em Mato Grosso. Neste primeiro momento, o público alvo são crianças e adolescentes com idades entre 10 e 14 anos. Basta apenas procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) com a caderneta de vacinação. 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros