Cidades Terça-feira, 04 de Maio de 2021, 17:38 - A | A

Terça-feira, 04 de Maio de 2021, 17h:38 - A | A

E OUTROS 130 MUNICÍPIOS

Cidade que recebeu "show" de Gusttavo Lima continua com risco alto para Covid-19

RAYNNA NICOLAS
REDAÇÃO

A maioria dos municípios matogrossenses, incluindo Primavera do Leste (236 km de Cuiabá), continuam classificados com risco "alto" para a transmissão da Covid-19. Os dados foram atualizados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) nesta terça-feira (4).  

Reprodução

Coronavirus

Reprodução

O documento divulgado pela SES-MT ainda mostra que os municípios de Araguainha, Canarana, Figueirópolis D’Oeste, Juína, Poconé, Reserva do Cabaçal, Santo Afonso, São Félix do Araguaia, São José do Povo e Tangará da Serra registram a classificação de risco "muito alta" para o coronavírus. 

Esses municípios devem adotar a quarentena coletiva obrigatória pelo período minímo de 10 dias, a suspensão das aulas presenciais em creches, escolas e universidades e as barreiras sanitárias nos acessos ao município, além de todas as outras medidas previstas para os demais níveis da classificação. 

Outras 131 cidades estão classificadas na categoria de risco alto para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco moderado ou baixo para a Covid-19. 

Segundo a orientação do Estado, as principais medidas que devem ser adotadas incluem a proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração;  proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos e a adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória.

Essas medidas deveriam ter sido adotadas pelo município de Primavera do Leste, que está classificado com risco "alto" há, pelo menos, duas semanas.

LEIA MAIS: MP investiga aglomeração em show de Gusttavo Lima em Primavera do Leste

Na última segunda-feira (3), a administração do município se tornou alvo do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) por descumprir as medidas de combate à Covid-19 impostas em decreto municipal ao permitir a realização do evento intitulado como “O Embaixador no Agronegócio”.

Novo método para classificação

O método para definir a classificação de risco dos municípios foi aprimorado. A mudança foi publicada no Diário Oficial do dia 25 de março. Desde então, não é levado em consideração apenas o número absoluto dos casos dos últimos quatorze dias, mas sim a média móvel dos últimos quatorze dias.

Assim, o município não sofrerá uma mudança brusca de um boletim para o outro; a cidade ficará na mesma categoria por pelo menos duas semanas, conforme sua média móvel de casos.

Também foi aperfeiçoado o cálculo dos casos acumulados. Antes eram considerados os casos acumulados a partir do dia 1º de dezembro de 2020. Com a nova metodologia, a análise será realizada sempre com base nos casos acumulados dos últimos 90 dias.

(Com Assessoria)

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros