Sexta-feira, 14 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,37
euro R$ 5,77
libra R$ 5,77

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,37
euro R$ 5,77
libra R$ 5,77

Brasil Sexta-feira, 23 de Novembro de 2018, 16:44 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 23 de Novembro de 2018, 16h:44 - A | A

Pedidos de cooperação jurídica na Lava Jato alcançam 70 países

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O Superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro, Ricardo Andrade Saadi, disse nesta sexta-feira, 23, que os pedidos de cooperação jurídica internacional envolvendo a Operação Lava Jato já alcançam 70 países. É mais de um terço do número de países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), que soma 193.

"Nós temos, até a data de hoje, aproximadamente 900 pedidos de cooperação jurídica internacional envolvendo a Operação Lava Jato, entre ativos e passivos. São pedidos de autoridades brasileiras para obter provas no exterior e pedidos de autoridades do exterior para conseguir provas no Brasil, envolvendo aproximadamente 70 países diferentes", disse Saadi.

Segundo ele, isso mostra a importância da cooperação internacional. Indica também a abrangência da operação que, de acordo com a futura chefe do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) do Ministério da Justiça, Érika Marena, deixou um legado para a imagem do País no exterior.

"O Brasil adquiriu respeito muito grande porque mostrou que as instituições funcionaram", disse a delegada que participou da primeira equipe da Lava Jato.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros