Brasil Quarta-feira, 22 de Junho de 2011, 17:01 - A | A

Quarta-feira, 22 de Junho de 2011, 17h:01 - A | A

Operação do Ibama embarga 3,2 mil hectares desmatados no PA

Ações de combate ao desmatamente fizeram parte da Operação Parakanã, que aplicou R$ 17 milhões em multas

DA FOLHA DE SÃO PAULO

O Ibama embargou 3,2 mil hectares de áreas desmatadas ilegalmente nos municípios paraenses de Anapu, Pacajá, Novo Repartimento, Altamira e Portel, no sudoeste e no centro-oeste do Estado.

No total, foram R$ 17,1 milhões aplicados em multas, segundo a assessoria de imprensa do Ibama.

As ações de combate ao desmatamente fizeram parte da Operação Parakanã, realizada entre 28 de abril e 14 de junho, que resultou na apreensão de 158 metros cúbicos de madeira em tora, 130 metros cúbicos e 11 máquinas de duas serrarias clandestinas.

Também foram levados pelos fiscais três tratores, duas motoserras e duas armas.

O Ibama afirmou, em nota, que deve voltar à região nos próximos dias, com a Operação Parakanã II.

TEMPO REAL

As áreas desmatadas foram detectadas por um sistema desenvolvido pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), em parceria com o Ibama e o Ministério do Meio Ambiente, que permite a detecção de desmatamento em tempo real.

Das 58 áreas desflorestadas, a maioria estava em Pacajá, no sudoeste do Pará, que teve 840 hectares de florestas desmatadas apenas na primeira quinzena de junho. Segundo o sistema do Inpe, o município lidera o ranking do desmatamento no Estado.

Divulgação/Ibama
Fiscais do Ibama durante ação contra o desmatamento no Pará

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros