Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Brasil Sábado, 18 de Maio de 2024, 17:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 18 de Maio de 2024, 17h:15 - A | A

Homem é espancado até a morte em terminal rodoviário; testemunhas não interferem

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Um homem foi arrastado pelo chão e espancado até a morte por outros dois homens, na madrugada deste sábado, 18, nas dependências internas da rodoviária nova de São José dos Campos, no interior de São Paulo. O crime aconteceu em áreas de passagem do público. Várias pessoas presenciaram as agressões, mas não interferiram. Um suspeito do crime foi preso pela polícia. O outro foi identificado, mas está foragido.

As agressões foram registradas por câmeras de monitoramento do Terminal Rodoviário Intermunicipal Frederico Ozanam, na Vila Piratininga. As imagens mostram quando dois homens discutem com um terceiro e, em seguida, um deles dá um golpe de 'mata-leão' na vítima. O homem cai e um dos agressores passa a arrastá-lo, segurando o colarinho da blusa, pelo chão da rodoviária. O outro homem aproveita para pisar na vítima que, em seguida, passa a ser arrastada pelos pés.

A agressão começou no salão de espera dos passageiros, de onde o homem foi arrastado até a praça de alimentação e, em seguida, para o setor de embarques. A vítima tenta escapar e é agredida com chutes e, depois, passa a ser espancada pelos dois. Algumas pessoas passam pelo local, mas seguem adiante, sem interferir. Mais tarde, ao serem ouvidas pela polícia, testemunhas disseram que foram ameaçadas pelos suspeitos.

Um passante chega a parar como se estivesse interpelando os agressores, mas logo vai embora. A vítima se mexia e tentava se desvencilhar quando recebeu um chute na cabeça. Conforme a polícia, depois das agressões os dois homens fugiram, deixando a vítima desacordada na plataforma de embarque. Acionada, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou que o homem espancado estava morto.

A Polícia Militar fez buscas na região e localizou um dos suspeitos. Ele foi identificado pelas roupas e porque estava com dois cachorros que aparecem nas imagens das câmeras acompanhando o agressor. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), o homem de 35 anos confessou o crime, mas alegou que tinha sido ameaçado de morte pelo suspeito. O outro agressor foi identificado e está sendo procurado pela polícia. Até a tarde deste sábado, ele continuava foragido.

Os dois homens vão responder por homicídio duplamente qualificado, pelo motivo fútil da agressão e pela emboscada, que dificultou a defesa da vítima. A Urbam - Urbanizadora Municipal S.A., empresa que administra o terminal, disse que colabora com as investigações da Polícia Civil. A reportagem questionou a empresa sobre a segurança na rodoviária e aguarda retorno.

Devido ao prosseguimento das investigações, o homem preso não teve a identidade divulgada pela polícia, o que impediu a reportagem de ter contato com sua defesa. O espaço permanece aberto para eventual manifestação do defensor.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros