Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Brasil Terça-feira, 19 de Março de 2024, 12:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Março de 2024, 12h:30 - A | A

Após cobrança de Lula, primeiro escalão ressalta em evento avanços do governo

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

No dia seguinte ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter pedido que ministros passassem a enaltecer mais os feitos do governo - e não apenas de suas pastas - e a adotar uma postura mais otimista em relação ao Brasil, todos os participantes de um evento em Brasília do primeiro escalão do governo seguiram à risca as orientações do chefe. Estiveram na primeira parte do seminário "Descarbonização: Rumo à Mobilidade de Baixo Carbono no Brasil", realizado pelo Esfera Brasil e MBCBrasil, o vice-presidente Geraldo Alckmin, os ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação Social da Presidência) e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante.

Na abertura do evento, Mercadante ressaltou não apenas os feitos e metas da instituição que comanda, como mencionou várias vezes progressos do governo Lula 3 de forma mais ampla. Ao final, pediu para que a população desse destaque positivo ao País. "Tivemos melhora do ambiente macroeconômico e os brasileiros precisam parar de falar mal do Brasil", recomendou.

O ministro da Fazenda, por sua vez, usou mais o lado místico ao falar dos sonhos de avanço do atual governo. "A construção desse sonho é o que vai curar esse País do ponto de vista espiritual. Ainda estamos muito divididos. Isso não é bom para o Brasil. Faz 10 anos que estamos divididos, temos de unir em torno de um grande sonho", defendeu.

Já o vice-presidente disse que "a combinação de crescimento econômico e queda da inflação no ano passado levou ao maior aumento de renda da população desde o Plano Real", repetindo um discurso que alguns integrantes do governo Lula têm tentado encampar para levar adiante uma agenda positiva para o Palácio do Planalto.

O ministro Pimenta deu destaque à área ambiental, na linha do tema do evento, destacando a necessidade de o Brasil liderar o combate às mudanças climáticas, como ele mesmo disse, uma fala repetida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O Brasil vive um grande momento e tem condições de criar um futuro justo e sustentável. Temos um papel chave na construção de saídas", disse.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros