Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Política Domingo, 16 de Outubro de 2016, 13:54 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 16 de Outubro de 2016, 13h:54 - A | A

CÂMARA RODEADA DE ESCÂNDALOS

Renovação não garante mudança na imagem da Câmara, atesta vereador

RENAN MARCEL

“Na eleição passada também houve uma renovação imensa na Câmara e ela não evoluiu. Muito pelo contrário, a Câmara continuou cheia de escândalos”. A declaração é do vereador Domingos Sávio (PSD), que não foi candidato à reeleição neste ano.

 

O parlamentar lembra o resultado das urnas em 2012, quando a Câmara passou por uma renovação de pouco mais de 70%. Para ele, as expectativas daquela época foram frustradas e mostraram que, nem sempre, novos nomes significam progressos.

 

Rafael Martine/Câmara

camara de cuiabá

Câmara de Cuiabá terá renovação de 52%

Colabora para avaliação de Sávio o desfecho polêmico, e policial, da carreira política de João Emanuel como vereador:

 

De mais votado em 2012, ele passou a ser alvo de operações e investigações do Grupo de Atuação Especial e Combate à Corrupção (Gaeco), e acabou sendo destituído da presidência da Mesa Diretora da Casa. Logo depois, foi cassado por quebra de decoro parlamentar, flagrado em esquema de corrupção.

 

Atualmente, está preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), por conta da Operação Castelo de Areia, acusado de chefiar um grupo de pessoas que praticava golpes.

 

“Eu votei na mudança, respeitando a vontade popular. Votei no vereador mais votado nas eleições para ser o presidente da Mesa, que era o João Emanuel. E olha onde ele está”, diz.

 

“Não é porque a Câmara renovou que ela necessariamente vai melhorar. Olha o exemplo que nós tivemos nas últimas eleições. Olha no que deu! Então essa renovação, agora, não quer dizer nada. Só saberemos ao longo do mandato”, completa.

 

“Temos vereadores com dois, três ou mais mandatos, que nunca tiveram seus nomes envolvidos em escândalos de corrupção. Mas temos caos de vereadores de primeiro mandato que foram cassados sem completar um ano. Depende muito do caráter de cada um”,finaliza.      

 

O parlamentar ainda lembra que a fiscalização da sociedade será primordial para que haja uma verdadeira mudança no comportamento e nos fatos envolvendo a Câmara Municipal.

 

Em 2017, a o Parlamento municipal terá uma renovação no quadro de vereadores que corresponde 52% das 25 cadeiras. Foram 12 nomes reeleitos e 13 novos nomes eleitos nas eleições. Destes, apenas dois tiveram passagens pela Casa de Leis, como suplentes, em legislaturas anteriores a que está sendo encerrada neste ano. Nenhuma mulher foi eleita.

 

Depois que os vereadores forem empossados, eles devem eleger a nova composição da Mesa Diretora da Câmara.  É bem provável que os vereadores mais experientes, que foram reeleitos, queiram se articular para assumir cargos como presidente e primeiro-secretário, entre outros.  

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros