Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h:30

Tamanho do texto A - A+

PCdoB exige apuração rigorosa sobre execução de líder municipal

Por: WELLYNGTON SOUZA

A presidente nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Luciana Santos, afirmou por meio de nota neste domingo (16), que exige a apuração rigorosa do assassinato do presidente municipal da sigla em Jaciara (a 146 quilômetros de Cuiabá), Afonso João Silva.

86348936_141390537336867_7891602617959186432_n-e1581865338883.jpg

 

Afonso foi encontrado morto na manhã do último sábado (15), no Assentamento Renascer União da Vitória. O local fica as margens da BR-364, nas proximidades da entrada que dá acesso a Usina Porto Seguro. Ele era liderança dos trabalhadores rurais e foi candidato a vereador em 2016.

"Diante do bárbaro assassinato de Afonso João Silva, presidente do PCdoB de Jaciara, Mato Grosso, exortamos às autoridades do Estado que realizem rigorosa apuração desse crime e que os culpados sejam presos, julgados e punidos", diz trecho da nota.

O comunicado destaca que Afonso era trabalhador e líder da luta pela reforma agrária, sendo militante há cerca de dez anos pelo PCdoB.

"Foi vítima desse crime covarde em sua própria residência, no assentamento União da Vitória. Reverenciamos sua memória, seu legado em prol da luta pelos dos direitos do povo e expressamos nossos sentimentos e solidariedade à família do camarada Afonso. Aos dirigentes e militantes do nosso Partido de Jaciara e do estado do Mato Grosso, nosso apoio e nosso abraço fraterno neste momento de dor. Paz no campo, contra a violência e a impunidade", ressalta Luciana.

Em nota, a sigla estadual afirma que se trata de um crime bárbaro, com características de execução, diante do uso de armas de grosso calibre e realizado na residência da vítima e exige apuração rigorosa do caso.

O comunicado destaca ainda que o assentamento União da Vitória é uma ocupação de área federal e a luta pela posse da terra passou por tensões ao longo do processo, envolvendo os assentados e a Usina Pantanal. No entanto, nos últimos meses se aguardava a decisão da justiça, em função disso a situação estava relativamente apaziguada”, ressalta.

O presidente estadual do PCdoB-MT, professor Sérgio Negri que também era cunhado de Afonso foi o primeiro a anunciar a tragédia. “Hoje no início da manhã, Afonso João Silva, Presidente do PCdoB de Jaciara-MT foi assassinado! Mais um lutador que tomba na luta pela Reforma Agrária!”, lamentou em sua conta no Facebook no sábado.

PT se manifestou sobre o assassinato  

O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso (PT-MT), por meio do Facebook, nesta segunda, repudiou o assassinato de Afonso. "O PT-MT exige apuração célere por parte dos órgãos de investigação e que os assassinos e mandantes sejam julgados e punidos exemplarmente. A luta do camarada Afonso por justiça, por reforma agrária e vida com dignidade não será em vão. Nossa solidariedade aos familiares, amigos e companheiros de caminhada", disse na publicação.

Confira nota na íntegra do PCdoB

“Diante do bárbaro assassinato de Afonso João Silva, presidente do PCdoB de Jaciara, Mato Grosso, exortamos às autoridades do Estado que realizem rigorosa apuração desse crime e que os culpados sejam presos, julgados e punidos. Afonso João Silva, trabalhador, liderança da luta pela reforma agrária, militava há cerca de dez anos no PCdoB. Foi vítima desse crime covarde em sua própria residência, no assentamento União da Vitória, no último dia 14. Reverenciamos sua memória, seu legado em prol da luta pelos dos direitos do povo e expressamos nossos sentimentos e solidariedade à família do camarada Afonso. Aos dirigentes e militantes do nosso Partido de Jaciara e do estado do Mato Grosso, nosso apoio e nosso abraço fraterno neste momento de dor. Paz no campo, contra a violência e a impunidade.

Recife, 16 de fevereiro de 2020

Luciana Santos”

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei