Política Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011, 13:38 - A | A

Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011, 13h:38 - A | A

CACHIMBO DA PAZ

Para líder do governo, crise está contornada e Riva e Silval já podem 'jantar' juntos

Depois de quase três semanas de discussão e ameaças, governador e presidente da AL se aproximam, deputado garante Romoaldo Júnior

Mayke Toscano/Hipernotícias

Governador foi duramente criticado pelo presidente da Assembleia, mas ao que parece a situação se normalizou

O presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PP), e o governador Silval Barbosa (PMDB) “já podem jantar juntos” porque o princípio de racha entre Executivo e Legislativo já está na fase de superação.

É o que sustenta o líder do governo na Assembleia, Romoaldo Júnior (PMDB), pregando que “o governador está tranquilo quanto a isso, pois tem maioria absoluta (na AL)” para aprovar as matérias necessárias e manter os vetos feitos recentemente às emendas parlamentares sobre projetos polêmicos.

“O deputado Riva pode ter todos os defeitos, mas é amigo do governador Silval e não acho que ele vá radicalizar contra o governo”, observou Romoaldo.

Por outro lado, Romoaldo admite que a liderança de Riva na Assembleia é incontestável e que “quando ele se estressa com um secretário, por exemplo, como aconteceu com o Arnaldo (Alves - de Infreaestrutura) aí parte dos deputados o acompanha nesse posicionamento”.

Mas nada que venha a abalar ou ameaçar a governabilidade de Silval, segundo o parlamentar peemedebista, já que as ponderações são pontuais e numericamente há folga na base de apoio do Executivo.

“Vamos supor que se forme um bloco com oito na oposição, incluindo Percival (do PPS, único oposicionista declarado atualmente), nós teríamos ainda 16 na situação”, disse, contabilizando inclusive apoio de alguns deputados do PP de Riva (cinco titulares) que, em caso de uma empreitada oposicionista liderado pelo presidente da Assembleia, não o acompanhariam devido ao PSD, partido que está sendo criado Estado e que tem como liderança maior o deputado Riva.

Nesse caso, não acompanhariam o presidente da Assembleia, os progressistas Ezequiel Fonseca e Antônio Azambuja, este último secretário de Silval na pasta de Esportes. Ambos são liderados pelo deputado federal licenciado Pedro Henry, presidente regional do PP e que também é subordinado ao governador, pois responde pela Secretaria de Saúde.

“Mas não acredito que se forme essa oposição não, acho normais as manifestações contraditórias dos deputados no parlamento”, ponderou Romoaldo.

MUDANÇA

Assim como disse ao Hipernotícias na semana passado, Romoaldo sustentou que deve haver mudança no secretariado de Silval ainda este ano, mas que só o governador pode definir onde e quem mudar no staff.

Ele voltou a salientar que a Assembleia é “a caixa de ressonância” do que acontece no Estado e por isso pode servir de termômetro ao que pode estar por vir nessa reforma.

Uma das mudanças mais prováveis é na Secretaria de Infraestrutura que cem recebendo muitas críticas dos deputados e que estaria sentindo o corte de recursos para investimento devido a priorização por parte do governo às obras da Copa de 2014. Esta pasta é comandada pelo PR, que elegeu seis deputados e formam a maior bancada de apoio ao governador no parlamento.

Quem também vem sendo criticado (inclusive por ter supostamente criticado o governo) é o secretário Alexander Maia, também da cota do PR. Segundo a deputada Luciane Bezerra (PSB), Maia afirmou recentemente que o governo não investe na Sema.

Nos bastidores informações dão conta também que o governador pretende substituir o secretário de Segurança, Diógenes Curado, da chamada cota pessoal e que não é filiado a nenhum partido. Delegado federal licenciado, Curado seria remanejado para a Agecopa, com atribuições também ligadas à Segurança para a Copa do Mundo.
“Vejo essa conversa já há algum tempo, já perguntei ao governador e ele me disse que isso não procede”, afirmou Romoaldo.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros