Quinta-Feira, 17 de Setembro de 2020, 12h:00

Tamanho do texto A - A+

"Para cada ataque, uma obra de Emanuel será mostrada", defende Misael

Por: WELLYNGTON SOUZA

Após confirmação oficial da candidatura do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) à reeleição, o presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), assegurou na manhã desta quinta-feira (17), que o gestor está tranquilo em relação aos possíveis ataques por parte da oposição durante o pleito, que acontecerá no dia 15 de novembro. 

Reprodução

emanuel pinheiro e misael galvão

 

LEIA MAIS: Pinheiro aceita candidatura à reeleição e terá Stopa como vice

“Nosso grupo não tem briga e sim consenso. Nosso grupo é pensando em Cuiabá. Para cada ataque que tiver será uma obra que vamos mostrar, será um abraço que Pinheiro dará no cidadão. Cada ataque que ele receber vejo que ele responderá com uma obra, uma ação que fez por Cuiabá”, disse ao Hipernotícias.

De acordo com Misael, a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) em que Pinheiro se tornou réu, no último dia 11, por suposto recebimento de propina enquanto era deputado estadual e a CPI do Paletó na Câmara, não deve ser um fato desgastante para o prefeito.

“É um processo que está judicializado, o jurídico do prefeito já está cuidando disso. É um caso que não pode ser trazido para questão política, de misturar problemas com a cidade. O que deve prevalecer são propostas para Cuiabá, cada um tem que mostrar o que já contribuiu com a cidade”, assegura.

"Nós cidadão temos que aprender a separar os problemas da cidade. Acho que cada um tem seus problemas. O problema de Pinheiro [denúncia] existe. Ele está enfrentando isso judicialmente", completou. 

Questionado se Pinheiro não demorou a dar explicações sobre a denúncia da susposta propina, Misael defende que o gestor já se justificou. "Ele já explicou juridicamente. O prefeito já foi ouvido na Polícia Federal e no Judiciário. Acontece que as pessoas da oposição não querem aceitar a justificativa dele. Pinheiro e a família estão tranquilos. O embate será respeitoso", concluiu Misael. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1







Mais Comentadas