Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Política Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 18:21 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 18h:21 - A | A

ESTUDA VIABILIDADE

Mendes discutirá assunto no UB antes de Fabio assumir coordenação da campanha de Botelho

Governador reconheceu a "capacidade" do secretário-chefe da Casa Civil para assumir o encargo

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O governador Mauro Mendes (UB) disse que vai reunir a executiva do União Brasil para discutir a viabilidade de o secretário-chefe da Casa Civil, Fabio Garcia (UB), coordenar a campanha do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (UB). Mauro reconheceu a "capacidade" de Garcia para assumir o encargo. No entanto, o governador demonstrou preocupação de a atribuição na chapa à Prefeitura de Cuiabá interferir em sua agenda no Palácio Paiaguás.

À frente da Casa Civil, Fabio Garcia é responsável por filtrar as demandas que são enviadas ao governador. O secretário ainda cuida pessoalmente das articulações de projetos de lei com os deputados estaduais, atende os secretários de Estado, prefeitos e secretários municipais. 

LEIA MAIS: Fabio Garcia atua nos bastidores como coordenador de pré-campanha de Botelho

"Vamos conversar internamente, o Fabio tem muita capacidade para isso. Acho que vamos ter um diálogo interno, ele é o chefe da Casa Civil. Eu vim pra cá, ele ficou atendendo um monte de gente. A agenda dele é, às vezes, até mais pesada que a minha, porque ele acaba tendo uma função de interlocução com as prefeituras, poderes, secretarias", explicou o governador nesta sexta-feira (24), durante cerimônia para assinar a ordem de serviço de duplicação da Rodovia Imigrantes. 

O volume de compromissos na agenda de Fabio Garcia motivou até uma brincadeira. Mauro afirmou que pode até concorrer ao governo novamente, porém, não deseja sentar na cadeira de chefe da Casa Civil.  

"Eu posso até ser governador de novo, mas chefe da Casa Civil, não", ironizou. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros