Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Política Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 16:46 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 16h:46 - A | A

DESMENTIU ACUSAÇÕES

Mauro dispara que Emanuel tem trajetória "trágica" na política: "mentiroso e fanfarrão"

Sobre o pedido de "trégua" de Emanuel, o governador não poupou críticas ao prefeito e disse que é "perda de tempo" se dedicar às "mentiras" do rival

RAYNNA NICOLAS e CAMILA RIBEIRO
Da Redação/ Do Local

O governador Mauro Mendes (UB) chamou de trágica a carreira política do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), prestes a encerrar seu segundo mandato à frente do Alencastro. O governador relembrou os diversos escândalos de corrupção envolvendo a gestão do rival e chamou de 'mentirosas' as acusações de Emanuel sobre o suposto 'entrave' patrocinado pelo governo do Estado, em Brasília, para evitar o repasse de emendas milionárias à Capital. Mauro desmentiu também os dados do prefeito acerca da lotação de pacientes do interior em unidades de saúde custeadas pela prefeitura e alfinetou: 'mentiroso e fanfarrão'. 

"O que resta a um homem no final de carreira política trágica como ele tem? Mentir e tentar ludibriar a população", disparou Mauro Mendes à imprensa nesta quarta-feira (22). 

Apesar de ter recém-reassumido o Paiaguás, Mauro comentou que equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) estiveram reunidas durante a viagem dele aos Estados Unidos e que, possivelmente, ainda nesta quarta-feira ele se encontrará com o titular da pasta, Gilberto Figueiredo, para discutir o pedido de reunião do prefeito de Cuiabá. 

O governador, porém, adiantou que os dados preliminares vão na contramão do que alega o prefeito. Emanuel Pinheiro tem se ancorado na suposição de que os problemas na rede pública de saúde de Cuiabá são agravados devido à alta demanda de pacientes do interior. 

"Eu recebi números preliminares e são totalmente diferentes daquilo que o prefeito vive espalhando mentiras por aí. Ele vive uma lenda do passado, de que Cuiabá sustenta a Saúde do Estado. Isso é a maior mentira que existe. Nós podemos demonstrar e vamos demonstrar com números a quantidade de hospitais que existem em Cuiabá, que ele não coloca um centavo de dinheiro, e que atendem Cuiabá e o interior", consignou.

LEIA MAIS: Governador diz que SES trabalha em pauta para agendar reunião com Emanuel Pinheiro

Sobre o pedido de 'trégua' de Emanuel, o governador não poupou críticas ao prefeito e disse que é 'perda de tempo' se dedicar às 'mentiras' do rival.

"É muito difícil para mim e para qualquer um ficar gastando energia para desmentir um mentiroso e fanfarrão. É perda de tempo da imprensa, inclusive, que poderia estar noticiando coisas importantes e fica noticiando fofocas e mentiras de um cara que, em final de carreira, atolado em lama, atolado em escândalo, fica tentando criar conversa fiada", apontou.

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Cuiabá enviou nota com o posicionamento de Emaneul Pinheiro refutando as falas do governador, destacando que responderá na esfera judicial.

LEIA NA ÍNTEGRA

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, refuta a postura do governador Mauro Mendes, que responderá na esfera jurídica por suas ações e falas desequilibradas. Lamenta, mais uma vez, que a população mato-grossense sofra com a desassistência da saúde no interior do Estado, situação caótica e amplamente divulgada em cenário nacional. Ciente de seu compromisso efetivado democraticamente, segue trabalhando e engajado na resolução das demandas da saúde pública da capital, sempre sopesada pela ineficiência e inércia do Estado no atendimento de saúde nas demais 140 cidades de Mato Grosso.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros