Domingo, 19 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Política Quarta-feira, 29 de Junho de 2016, 14:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 29 de Junho de 2016, 14h:30 - A | A

FIM DA NOVELA?

Governo acata nova proposta de pagamento e deputados votam RGA na sessão de hoje

RENAN MARCEL

Deputados estaduais de Mato Grosso se reúnem nesta quarta-feira (29) no plenário da Assembleia Legislativa para encerrar as discussões sobre o índice da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores públicos do estado.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

eduardo botelho

Deputado diz que projeto deve ser aprovado em primeira e segunda votação hoje

Os parlamentares devem votar, em primeira e segunda votação, uma nova proposta de pagamento: 7,54%, a serem pagos em três parcelas, sem retroativo.

 

O substitutivo integral foi acatado pelo governo do Estado e elaborado pelas lideranças partidárias da Casa de Leis, que na última semana intensificaram a busca pelo consenso entre servidores e Executivo, com o objetivo de por fim à greve geral iniciada em 31 de maio.

 

Embora as lideranças do Fórum Sindical já tenham rejeitado a proposta, alguns sindicatos e servidores  que integram o movimento grevista aceitam os 7,54%.

 

Conforme o deputado Eduardo Botelho (PSB), tanto os parlamentares da base quanto os da oposição entendem que as discussões sobre a RGA já esgotaram todas as possibilidades e, por conta disso, a apreciação do projeto deve ocorrer hoje, sem adiamentos ou pedidos de vista.

 

Até terça-feira (28), o governo oferecia 6 dos 11,28% de RGA cobrado pelos grevistas. Os outros 5,28% estavam vinculados ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros