Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Política Terça-feira, 27 de Dezembro de 2022, 14:29 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2022, 14h:29 - A | A

TERRORISTA DE MT

Diretório estadual do PSD expulsa filiado que participou de tentativa de terrorismo em Brasília

No comunicado, o presidente da sigla, senador Carlos Fávaro, classificou os fatos imputados ao ex-filiado como “graves e inaceitáveis”

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O diretório mato-grossense do PSD expulsou o ex-candidato a vereador por Comodoro (1.050 km de Cuiabá), Alan Diego Rodrigues dos Santos, nesta terça-feira (27). A exclusão da sigla partidária sucede a revelação de que o ex-social democrata participou da tentativa de ataque terrorista registrada em Brasília na véspera de Natal.

No comunicado, o presidente da sigla, senador Carlos Fávaro, classificou os fatos imputados ao ex-filiado como “graves e inaceitáveis”. Segundo George Washington de Oliveira, empresário preso pela tentativa de ataque, Alan Diego aceitou instalar uma bomba em uma estação de energia elétrica no Distrito Federal. O objetivo, segundo ele, era incitar um estado de sítio no Brasil para impedir a posse do presidente democraticamente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Manifestações antidemocráticas precisam ser rechaçadas e quem as pratica comete crimes tipificados pela legislação. O Partido Social Democrático é um instrumento para a realização do processo político fiel ao princípio democrático e ao regime republicano, jamais aceitando ou relevando manifestações que atentem contra o Estado Democrático de Direito”, diz trecho do texto assinado por Fávaro.

O senador e presidente do PSD esteve, inclusive, no lado oposto ao de Alan Diego durante o processo eleitoral. Carlos Fávaro assumiu uma postura pró-Lula e pleiteia a cadeira no Ministério da Agricultura do governo petista.

Alan Diego Rodrigues dos Santos continua sendo procurado pela polícia.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros