Segunda-feira, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Política Quinta-feira, 21 de Julho de 2022, 10:48 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 21 de Julho de 2022, 10h:48 - A | A

PROCURADORIA DE JUSTIÇA

Barranco sai em defesa de Neri apresentando notícia-crime contra sindicatos e cooperativas

Deputado alega que estariam atacando a honra e a dignidade do ex-presidente Lula

EVELYN RIBEIRO

Após a emissão de várias notas de repúdio contra a aliança firmada entre o deputado federal Neri Geller (PP) e a Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB), o deputado estadual Valdir Barranco (PT) apresentou, na Procuradoria Geral de Justiça de Mato Grosso, notícia-crime contra 14 sindicatos rurais e duas cooperativas agropecuárias do Estado. Geller é pré-candidato ao Senado nas eleições deste ano.

No documento, que pode ser acessado aqui, Barranco solicita a responsabilização criminal em caráter de urgência e alega que as entidades estão divulgando fake news pelas redes sociais, ao afirmarem que estão do lado do Movimento do Trabalhadores Sem Terra (MST), considerando-os uma organização criminosa que invade, depreda, incendeia propriedades adquiridas com trabalho e esforço de famílias honestas.

As notas de repúdio a Neri foram emitidas pelas cooperativas Agropecuária Primavera Coap e Agropecuária Terra Viva Cooavil e os sindicatos rurais de Sinop, Campo Novo do Parecis, Primavera do Leste, Diamantino, Matupá, Poconé, Sorriso, Novo Mutum, Ipiranga do Norte, Nova Ubiratã, Vera, Tangará da Serra, Brasnorte e Lucas do Rio Verde. Esta semana, o deputado já havia protocolado notícia-crime contra as mesmas entidades, alegando que estariam atacando a honra e a dignidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o Partido dos Trabalhadores (PT).

Valdir Barranco divulgou um vídeo em suas redes sociais do momento em que vai até a Procuradoria Geral para protocolar a denúncia. “Nós não coadunamos e não vamos permitir que a prática de fake News possa tumultuar as eleições deste ano de 2022. Portanto, todas as responsabilidades serão cobradas, inclusive as criminais. Os advogados do presidente Lula e os advogados do Partido dos Trabalhadores Nacional também já estão tomando providências contra essas organizações”, relata o deputado.  

A consolidação de apoio à campanha de Neri ocorreu após uma reunião realizada no início do mês em Brasília, com a participação de Geller, Lula, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB) e o senador Carlos Fávaro (PSD).

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros