Quarta-Feira, 29 de Julho de 2020, 14h:18

Tamanho do texto A - A+

Polícia identifica soldado e filho de sargento mortos em confronto com o Bope

Por: LUIS VINICIUS

A Polícia Militar identificou o soldado da instituição e o filho de um sargento que foram mortos durante um confronto com policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), na manhã desta quarta-feira (29), aos fundos do condomínio Residencial Belvedere 2, no bairro Itamaraty, em Cuiabá. Além dos dois, outros quatro homens, envolvidos com o grupo criminoso, também morreram.

taques e leonardo.jpg

 O soldado da PM Oacy Taques (à esquerda) e Leonardo Vinicius, filho de um sargento da corporação (à direita)

O soldado foi identificado como Oacy da Silva Taques Neto, 30 anos. O militar havia ingressado na corporação em 2011. A Polícia Militar informou que o policial estava afastado das funções, em licença médica para tratamento de saúde.

LEIA MAIS: Soldado da PM é um dos bandidos mortos em confronto com o Bope

Outro suspeito morto no confronto, identificado como Leonardo Vinícius Pereira de Moraes, 24 anos, é filho de um sargento PM, que, nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, registrou boletim de ocorrência narrando que ao acordar sua arma de trabalho, uma pistola .40, da Polícia Militar, havia desaparecido, possivelmente levada por seu filho, com o qual não conseguiu fazer contato.

Já os outros envolvidos não tiveram os nomes divulgados.

Segundo a PM, a ação é decorrente de uma denúncia sobre dois veículos, um Uno e um Corolla, este último com vidros blindados, nos quais estariam homens fortemente armados e com planos de praticar crimes na região.

Na madrugada de quarta-feira (28), equipes do Bope faziam diligências na tentativa de localizar os veículos apontados na denúncia quando depararam com os carros.

PMMT

confronto bope com 6 bandidos

 Parte do grupo criminoso estava em um veículo Toyota Corola

Os ocupantes reagiram à abordagem policial disparando contra os policiais, que reagiram. Após o confronto os policiais encontraram cinco suspeitos mortos nos veículos. Minutos depois, em uma área de mata perto dos carros, foi encontrado o sexto suspeito, também morto.

Com os suspeitos foram encontrados seis armas de fogo, sendo três pistolas, três revólveres, além de três rádios HT que seriam para monitorar a frequência da polícia, além de um colete balístico.

A apuração indicou que o veículo Uno era alugado.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Polícia Militar informa que toda a ação policial, o confronto, a participação do soldado Taques e o sumiço da arma do sargento serão objetos de procedimentos investigatórios na Corregedoria Geral da Polícia Militar.

 

LEIA MAIS: Seis bandidos morrem em troca de tiros com o Bope em Cuiabá

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 2