Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,58
euro R$ 6,09
libra R$ 6,09

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,58
euro R$ 6,09
libra R$ 6,09

Polícia Sexta-feira, 21 de Junho de 2024, 15:24 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 21 de Junho de 2024, 15h:24 - A | A

OPERAÇÃO HERMES

Polícia Federal prende 9 criminosos que enviavam drogas para Cuiabá pelos Correios

Segundo a Polícia Federal, as investigações iniciaram no final do ano passado e constataram que o grupo dissimulava maconha e cocaína em utensílios domésticos como encomendas despachadas

DA REDAÇÃO

A Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira (12), nove traficantes em Porto Velho (RO) que enviavam drogas para Cuiabá e outras cidades do país disfarçadas em utensílios domésticos enviados pelos Correios. A ação faz parte da 'Operação Hermes', que apura crimes de tráfico interestadual. Além dos mandados de prisão, ainda foram cumpridos outros 12 de busca e apreensão. As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho. 

Segundo a Polícia Federal, as investigações iniciaram no final do ano passado e constataram que o grupo dissimulava maconha e cocaína em utensílios domésticos. Após dissimulação, os objetos com a droga eram remetidos por meio dos Correios. Conforme apurado, cerca de 50 quilos de narcóticos foram enviados em mais de 50 pacotes. O trabalho pericial foi fundamental para o êxito da identificação dos suspeitos.

Além de Cuiabá, a quadrilha entregava os entorpecentes para cidades como Santos (SP), Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB) e São Luís (MA).

Diante dos fatos, os investigados poderão responder pelos crimes de tráfico interestadual de drogas e associação criminosa para o tráfico.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros