Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Polícia Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022, 15:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022, 15h:15 - A | A

FEMINICÍDIO

Jovem de 21 anos é asfixiada por companheiro dentro de casa em cidade de MT

Marido confessou ter agredido e empurrado a companheira, mas negou que tenha sido intencional

AMANDA DIVINA
Da Redação

A jovem Cristiane da Conceição Silva, de 21 anos, foi assassinada pelo marido em uma residência na cidade de Tangará da Serra (a 240 km de Cuiabá), na madrugada de quarta-feira (17). O suspeito admitiu ter agredido e empurrado a companheira, mas negou que tenha sido intencional.

Reprodução

cristiane

 

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito alegou aos policiais civis que durante a madrugada estava com a esposa e a filha em casa quando escutou o barulho de um copo caindo.

Ao ir até a cozinha, ele encontrou o corpo da mulher caída no chão e tentou reanimá-la.

Ele conversou com a vizinha, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os socorristas fircaram por mais de 40 minutos fazendo manobras de ressuscitação e, depois, levaram-na para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). 

Na unidade de saúde, foi constatado que Cristiane sofreu uma parada cardiorrespiratória e que tinha falecido.

Durante a necropsia, foi apontado que a mulher tinha sido morta por asfixia mecânica, e não por morte natural ou por queda acidental. Com as informações, os agentes da Polícia Civil interrogaram novamente o suspeito.

No interrogatório, o homem manteve a versão narrada no boletim de ocorrência registrado por ele. Ao ser informado sobre o resultado da perícia, que indicou morte violenta, ele confessou que havia matado a esposa e que não teria sido intencional.

Conforme o suspeito, ele teria reagido a uma agressão e empurrou a vítima, que caiu e bateu a cabeça, negando que tenha asfixiado a mulher. O autor do crime foi autuado em flagrante pela Polícia Civil pelo crime de homicídio qualificado em feminicídio e encaminhado ao centro de detenção de Tangará da Serra.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros