Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 15h:10

Tamanho do texto A - A+

Selma quer ser secretária na beira do mar

Alan Cosme/HNT

selma arruda na camara municipal de cuiaba


Em um aúdio enviado provavelmente ao grupo de parlamentares do Podemos  no whatsapp logo após a decisão do TSE em manter a cassação do seu mandato, a ainda senadora Selma Arruda se despede dos amigos, diz que não volta para a política nem que  a vaca tussa, afirma que sua cassação foi um recado ao ministro Moro e ao procurador Dallagnol para não entrarem na política, lançou Alvaro Dias a presidente do Brasil e, ainda, disse ao seu colega de Senado Eann Styvenson Valentim Mendes, um policial militar da reserva do Estado do Rio Grande do Norte, que ele será governador do Estado e que ela vai "ser sua secretária segurança aí, moço ... eu quero ser secretária de Segurança na beira do mar, entendeu!?".

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas