Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 22h:37

Tamanho do texto A - A+

Mato-grossense atua no Inquérito das Fake News

Divulgação

Luis Gustavo Mendes


O mato-grossense Luís Gustavo Mendes é um dos quatro advogados da banca de Allan dos Santos, do Terça Livre, e um dos investigados no Inquérito das Fakes News no Supremo Tribunal Federal (STF), que foram impedidos de ter acesso ao processo, o que resultou na intervenção jurídica conjunta da OAB nacional e a Seccional da entidade de Brasília, que impetraram habeas corpus em favor dos juristas. A ação foi anunciada pelo presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz nas redes sociais. Para ele, "o acesso aos autos é prerrogativa da advocacia e prerrgativa da advocacia não se relativiza".

Para a coluna, Luis Gustavo Mendes afirmou que "somos contra qualquer ataque a pessoa física de juizes/ministros (STF). Para isso existem formas cíveis e penais para reparar os danos, mas não podemos nos calar sobre a negativa de acesso ao inquérito e sua falta de transparência, especialmente considerando que 'fake news' sequer é tipificado como crime".

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei