Mundo Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011, 17:46 - A | A

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011, 17h:46 - A | A

DEMOCRACIA

Comissão eleitoral egípcia adia anúncio de resultados para quinta-feira

Parciais da apuração das urnas no Egito mostraram nesta quarta-feira que a Irmandade Muçulmana obteve cerca de 40% dos votos

DA FOLHA DE SÃO PAULO

A comissão eleitoral do Egito decidiu adiar até quinta-feira o anúncio dos primeiros resultados parciais do pleito legislativo no país, informou nesta quarta-feira um porta-voz da organização que pediu anonimato.

O anúncio dos resultados parciais estava previsto para começar nesta quarta-feira.

O porta-voz explicou que a apuração está em andamento e que os votos dos eleitores que vivem fora do país ainda não foram contabilizados.

Entretanto, dados preliminares da apuração das urnas no Egito mostraram nesta quarta-feira que a Irmandade Muçulmana obteve cerca de 40% dos votos na primeira rodada das eleições parlamentares realizada na segunda e terça-feira, sendo o mais votado de todos os partidos.

Analistas avaliam que a Irmandade Muçulmana, do Partido Liberdade e Justiça (PLJ), será ao final das eleições a primeira força política do Egito, em sintonia com a Tunísia e o Marrocos, onde as eleições consagraram vencedores partidos islamitas.

A votação na eleição do Egito está sendo realizada em três fases, num período de três semanas. Do total de 498 cadeiras da câmara baixa do Parlamento, dois terços serão distribuídas pelos partidos a uma lista de seus membros e o restante irá para candidatos votados individualmente.

As eleições dos deputados da Assembleia do Povo devem terminar em 11 de janeiro e a da Shura (Câmara Alta consultiva), em 11 de março.

Andre Pain/Efe

Mulher deposita cédula com voto na urna, no Cairo, durante a primeira eleição no Egito após a queda de Mubarak

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros