Mundo Quinta-feira, 15 de Setembro de 2011, 11:37 - A | A

Quinta-feira, 15 de Setembro de 2011, 11h:37 - A | A

PAQUISTÃO

Atentado em funeral deixa ao menos 20 mortos

Ataque aconteceu durante funeral de um líder tribal que lutou contra o Taleban

PORTAL R7

O número de mortos nesta quinta-feira (15) em um atentado no Paquistão subiu para 20, segundo a polícia. O ataque foi cometido na cidade de Jandol, no distrito de Lower Dir, durante o funeral de um líder tribal.

Outras 45 pessoas ficaram feridas. O comandante da polícia local, Salim Khan Marwat, disse que o atentado tinha como alvos integrantes da milícia local contra o grupo extremista Taleban.

O policial Akhtar Hayat Gandapur disse, segundo a agência de notícias France Presse, disse que ainda está sendo investigado se o atentado foi executado com uma bomba-relógio ou se é mais um atentado suicida.

Os feridos com a explosão foram levados ao hospital Timergara.

Na terça-feira (13), os talebans mataram três crianças em um ônibus escolar, durante um confronto armado. Segundo um porta-voz do grupo extremista, as crianças vinham de uma tribo favorável ao governo.

O local do ataque de terça - o distrito de Matani, na periferia da cidade de Peshawar - é palco de uma disputa entre milícias armadas pró-governo e grupos extremistas islâmicos ligados à rede terrorista Al Qaeda.

Os ataques dos grupos extremistas islâmicos têm ocorrido principalmente contra forças de segurança, membros e edifícios do governo e mesmo contra instituições internacionais com escritório no país. Civis também têm sido alvos de ações dos grupos. O Exército paquistanês expulsou em 2009 os talebans aliados da Al Qaeda da região, em uma ampla operação militar em todo o vale do rio Swat.

Os talebans do Paquistão são os principais responsáveis por uma onda violenta de atentados, em sua maioria suicidas, que provocou 4.600 mortes em todo o país nos últimos quatro anos.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros