Justiça Domingo, 18 de Setembro de 2011, 15:32 - A | A

Domingo, 18 de Setembro de 2011, 15h:32 - A | A

Sem terra

Ministro do STJ nega pedido de liberdade de José Rainha

O líder sem terra está preso desde o dia 16 de junho

FOLHA DE SÃO PAULO

O ministro do Superior Tribunal de Justiça Gilson Dipp negou na sexta-feira pedido de liberdade do líder sem-terra José Rainha Júnior. Ele está preso desde o dia 16 de junho.

Rainha foi preso sob acusação de envolvimento em desvios de verbas destinadas a assentados no Pontal do Paranapanema.

A prisão aconteceu na chamada Operação Desfalque, da Polícia Federal, que chegou a prender outras oito pessoas.

A defesa do líder sem-terra argumentou que faltaram requisitos para manutenção da prisão preventiva.

Para o ministro do STJ, não se encontra ilegalidades na decisão da Justiça de São Paulo que determinou a prisão.

"O reconhecimento do pedido confunde-se com o próprio mérito da impetração, que será analisado no momento oportuno", disse Dipp. O mérito do pedido será julgado pela 5ª Turma do STJ.

Expulso do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) em 2007, José Rainha Júnior continuou comandando invasões de terras com a bandeira do movimento.

Ele já havia sido preso anteriormente sob acusação de furto, formação de quadrilha, coautoria em dois homicídios e porte ilegal de arma, entre outros crimes.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros