Quarta-feira, 19 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

Justiça Sábado, 08 de Dezembro de 2018, 16:55 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 08 de Dezembro de 2018, 16h:55 - A | A

TENTAVA RETOMAR ROMANCE

Justiça condena réu por tentar matar ex-companheira com facão em Cuiabá

KHAYO RIBEIRO

O réu Renato dos Santos foi condenado a seis meses de prisão em regime aberto por tentar matar a parceira, Suzinete Santana da Costa, há oito anos, em Cuiabá. A decisão  é da magistrada Mônica Catarina Perri Siqueira, da Primeira Vara Criminal da capital, em júri popular realizado na segunda-feira (03).

 

Alan Cosme/HiperNoticias

juiza monica catarina perri

 Mônica Catarina Perri Siqueira, juíza da Primeira Vara Criminal de Cuiabá

Conforme o documento, Renato e Suzete enfrentavam crises no relacionamento. Eles já tinham se separado e retomado o caso amoroso diversas vezes durante os três anos em que estiveram juntos. Na ocasião do crime, o réu tentava reatar com a vítima, quando começaram a discutir e Renato esfaqueou Suzete.

 

A decisão aponta que o homicídio só não foi consumado em razão de a vítima ter desarmado o parceiro, que a atacou com um facão, não alcançando êxito. O crime aconteceu na tarde do dia 4 de dezembro de 2010, a Ponte de Ferro, em Cuiabá.

 

Durante levantamento psicossocial, Renato foi apontado como sendo “impulsivo e de baixa tolerância à frustação”.

 

O comportamento da vítima não contribuiu para as agressões, conforme aponta a decisão. Dessa forma, a situação do réu é agravada, na medida em que a ele foi atribuída materialidade e autoria do crime por motivo “fútil”.

 

A pena para casos como este varia entre três meses a três anos. Assim, Renato foi condenado à prisão por seis meses: “A mmª. juíza leu a sentença pela qual condenou o réu Renato dos Santos, qualificado nos autos, como incurso nas sanções do artigo 129, § 9º, do Código Penal, à pena privativa de liberdade de 06 meses de detenção, no regime aberto”, diz trecho da decisão.  

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros