Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 10h:09

Tamanho do texto A - A+

Justiça concede prisão domiciliar a ex-prefeito condenado por estupro de vulneráveis

Por: KHAYO RIBEIRO

A Justiça atendeu ao pedido da defesa do ex-prefeito do município de Dom Aquino, Eduardo Zeferino, para que o reeducando, que foi condenado a 28 anos de prisão por estupro de vulneráveis, cumprisse sua pena em regime domiciliar. A decisão foi assinada pelo juiz João Filho de Almeida Portela, na segunda-feira (23).

Reprodução

Eduardo zeferino

 

Zeferino tem mais de 60 anos e faz parte do grupo de risco de contágio pelo Covid-19, o coronavírus. A liberação do reeducando para cumprimento da pena em regime domiciliar é uma medida preventiva, segundo a defesa.

Em fevereiro deste ano, o ex-prefeito recebeu tornozeleiras eletrônicas para cumprimento de uma outra medida que o concedeu prisão domiciliar pelo período de 60 dias. Contudo, quando a validade da medida foi suspensa o reeducando não se apresentou à penitenciária e foi expedido um novo mandado de prisão.

O crime

Segundo o processo, Zeferino cometeu os crimes em 2011. Ele abusou de vítimas entre sete e 12 anos de idade que eram filhas de parentes e amigos.

A condenação foi proferida em 2018 e desde então o ex-prefeito cumpre sua prisão na Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, popularmente conhecida como “Mata Grande”, em Rondonópolis (214 km de Cuiabá).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas