HiperNotícias - Você bem informado

Quarta-feira, 27 de Julho de 2011, 16h:24

Braskem compra fábricas e vira maior produtora de polipropileno nos EUA

O polipropileno é uma resina que serve de matéria-prima para uma série de plásticos

FOLHA.COM

A petroquímica brasileira Braskem anunciou nesta quarta-feira a compra do negócio de polipropileno da Dow Chemical por US$ 323 milhões, adicionando mais de 1 milhão de toneladas à sua capacidade de produção.

A operação abrange quatro fábricas de polipropileno, sendo duas nos Estados Unidos e duas na Alemanha, além da carteira de clientes da companhia norte-americana, contratos de fornecimento de matéria-prima e patentes. O poliproprileno é uma resina que serve de matéria-prima para uma série de plásticos.

Segundo o presidente da Braskem, Carlos Fadigas, a aquisição está em linha com a estratégia de longo prazo da empresa de "alcançar a liderança da indústria petroqúímica nas Américas".

As duas plantas norte-americanas estão em Freeport e Seadrift, no Estado do Texas, e juntas têm capacidade anual de produção de 505 mil toneladas. Com isso, a Braskem vai elevar sua capacidade de produção de polipropileno nos EUA em 50%, para 1,425 milhão de toneladas por ano.

"Chegamos aos EUA há 16 meses e já nos tornamos o maior produtor de polipropileno daquele país", disse Fadigas.

As fábricas da Alemanha estão localizados nas cidades de Wesseling e Shckopau e juntas têm uma capacidade anual de produção de 545 mil toneladas.

Com essa aquisição, a capacidade total da Braskem em polipropileno passa de 2,9 milhões de toneladas por ano para 7,5 milhões de toneladas anuais.

A Braskem espera finalizar a operação no prazo de dois a três meses, período em que quer obter a aprovação da compra pelos órgãos de defesa da concorrência dos EUA e Europa.